Jornalista Ricardo Noblat precisa explicar se o que ele disse é uma opinião pessoal ou se de fato há um pré-julgamento por parte de Moro
Crédito: Divulgação

Os advogados responsáveis pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolaram medida judicial contra jornalista Ricardo Noblat, que, em sua conta no microblog Twitter, afirmou que "Moro condenará Lula no início do ano."

A Defesa quer saber se "efetivamente as publicações se baseiam em juízo de valor do próprio jornalista - o que se afasta do conceito de "furo"- ou se houve contato com o juiz Federal Sergio Fernando Moro". 

Leia, abaixo, a íntegra da nota:


"Na condição de advogados do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolamos na data de ontem (13/12/2016) Interpelação Criminal em face do jornalista Ricardo Noblat para que ele indique se reconhece a autoria e esclareça o teor de declarações publicadas na conta @BlogdoNoblat, no Twitter.
 
Após ser instado por seguidores a revelar um "furo", o jornalista publicou a seguinte declaração: “Moro condenará Lula no início do ano. Mas não mandará prendê-lo. Satisfeito?”.​
 
Em publicação anterior, Noblat afirmou: Nine. É assim que Moro se refere a Lula quando está entre amigos".
 
A Interpelação Criminal é medida preparatória de eventual queixa-crime por delitos contra a honra do ex-Presidente Lula. A ação pede a Noblat para confirmar a autoria das declarações publicadas no Twitter e, ainda, para que explique se efetivamente as publicações se baseiam em juízo de valor do próprio jornalista - o que se afasta do conceito de "furo"- ou se houve contato com o juiz Federal Sergio Fernando Moro, da 13ª. Vara Federal Criminal de Brasília ou com algum documento ou minuta por ele elaborada.
 
A ação foi distribuída na Comarca de Brasília, onde reside o jornalista Ricardo Noblat.
 
 
Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Martins"

Voltar para o topo