Foto: Divulgação

Com o slogan "Por um Brasil justo pra todos e pra Lula" a campanha será lançada na Casa de Portugal, em São Paulo, na quinta-feira, 10 de novembro.

Organizada por lideranças dos movimentos sociais, sindicatos e partidos políticos, ela terá como ponto de partida um manifesto que já está circulando para coleta de assinaturas.

O evento do dia 10 dará início a um amplo movimento pelo país e no exterior, que organizará eventos e manifestações contra as perseguições ao ex-presidente Lula e em defesa da democracia. 

O Manifesto diz em sua abertura:

"O estado de direito democrático, consagrado na Constituição de 1988, é a mais importante conquista histórica da sociedade brasileira. Na democracia, o Brasil conheceu um período de estabilidade institucional e de avanços econômicos e sociais, tornando-se um país melhor e menos desigual, mas essa grande conquista coletiva encontra-se ameaçada por sucessivos ataques aos direitos e garantias, sob pretexto de combater a corrupção." Depois, de apontar uma série de excessos e desvios da Operação Lava Jato e de procuradores do Ministério Público, ele conclui:

"Esse conjunto de ameaças e retrocessos exige uma resposta firme por parte de todos os democratas, acima de posições partidárias. Quando um cidadão é injustiçado – seja ele um ex-presidente ou um trabalhador braçal – cada um de nós é vítima da injustiça, pois somos todos iguais perante a lei. Hoje no Brasil, defender o direito de Lula à presunção da inocência, à ampla defesa e a um juízo imparcial é defender a democracia e o estado de direito.  É defender a liberdade, os direitos e a cidadania de todos os brasileiros". 

 

Serviço:

Dia 10 de novembro - quinta-feira - 18h30

Casa de Portugal - São Paulo

Avenida da Liberdade, 602 - Metrô Liberdade

Voltar para o topo