Foto: Ricardo Stuckert

A caravana Lula Pelo Brasil chegou na noite desta terça-feira (5) ao estado do Rio de Janeiro, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou de um ato de recepção na cidade de Campos dos Goytacazes. "Foi nesta cidade que o presidente Nilo Peçanha fez a 1ª escola técnica, em 1909. Até 2002, fizeram 140. E nós, em apenas 12 anos, fizemos 500 escolas técnicas", lembrou o ex-presidente, que enumerou outros avanços na educação no Brasil durante os governos do PT. 

"Há 10 anos, a gente entrava em uma faculdade e só via branco rico. Hoje tem negro, sertanejo, gente da periferia. A inteligência não está no berço, está nas oportunidades", reforçou o ex-presidente durante o ato, realizado no Jardim do Liceu. "Se eu voltar à Presidência da República, enquanto eu for vivo a Educação não será tratada como gasto, mas sim como investimento". 

No dia em que o país saiu às ruas para protestar contra a Reforma da Previdência, Lula comentou que o Brasil vive a maior crise de sua história. "Pela primeira vez o país está sendo governado por um golpista responsável por rasgar 54 milhões de votos na Dilma, e que só é aceito pelo mercado para vender o Brasil", pontuou o ex-presidente.

Para Lula, não existe saída para o estado do Rio de Janeiro sem a participação do governo federal. "Para o Rio de Janeiro voltar a crescer, a Petrobras tem que voltar a investir. Precisamos voltar a fazer navio, sonda, estaleiro", defende.  

Para ver as fotos da caravana Lula Pelo Brasil, acesse o Flickr do Instituto Lula 

Durante o ato, o ex-presidente voltou a desafiar o juiz Sérgio Moro, o Ministério Público e a Polícia Federal a apresentarem uma prova contra ele. "Se não querem que eu ganhe, parem de mentir e disputem as eleições. Ou peçam para Globo criar um pra eles". 

Veja como foi a recepção ao ex-presidente em Campos:

Cariacica 

Na manhã desta terça-feira, o ex-presidente visitou o campus de Cariacica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (IFES), inaugurado durante seu governo, em 2006. Recebido com carinho por professores e estudantes da instituição, Lula ficou emocionado ao ouvir as histórias de conquistas dos alunos. 

"Sou oriundo de um curso técnico. Por isso, fui o primeiro de oito irmãos a ganhar mais que o salário mínimo, a ter um carro, uma casa. Soberania é um povo com emprego, salário, auto-estima. E isso a gente só vai conseguir se investir muito em educação", acredita Lula. 

Lula Pelo Brasil

Nesta quarta-feira (6), a caravana Lula Pelo Rio de Janeiro continua pela cidade de Campos, onde o ex-presidente visita o Polo Avançado do Instituto Federal Fluminense. À noite, Lula participa de um ato na Praça da Igreja Matriz, na cidade de Maricá. 

Voltar para o topo