Foto: PD

Nota do Partido Democrático Italiano

"O que está acontecendo no Brasil contra o ex-presidente Lula é de uma gravidade sem precedentes, assim como o silêncio da maior parte das organizações políticas e das instituições européias. Concordo com a proposta do deputado do Parlamento Europeu, Roberto Gualtieri, de enviar uma delegação do Parlamento Europeu para acompanhar as condições da detenção a que Lula está exposto. Mas isso não é suficiente. O governo italiano e a comunidade internacional estarão ativos o quanto antes (a partir da discussão do segundo habeas corpus que ocorrerá na próxima quarta-feira) para promover a restauração de uma dialética democrática normal e transparente no Brasil que parece comprometida pela maneira como o inacreditável pela qual, depois do impeachment de Dilma Rousseff, está se tentando impedir, por todos os meios, a participação de Lula nas eleições presidenciais, em desrespeito às garantias do Estado de Direito."

Matteo Orfini, Presidente do PD Italiano

Voltar para o topo