28 de julho de 2018

No Encontro Estadual do Partido dos Trabalhadores no Ceará, que oficializou a pré-candidatura à reeleição do governador Camilo Santana, foi entregue uma carta do ex-presidente Lula endereçada ao povo cearense. Nela, Lula ressaltou a força do povo nordestino sempre negligenciado pelas elites financeiras do país. “Nós governamos com um olho no passado, para a correção de injustiças centenárias, e o outro olho voltado para o futuro, para a construção de um Brasil e um Nordeste mais desenvolvidos e mais justos.”, escreveu.

Lula  destacou que o golpe que tirou do PT da presidência teve como resultado a volta do desemprego, a fome e a mortalidade infantil. “Nós queremos o futuro do Brasil de volta. No dia 7 de outubro nós vamos agarrar o futuro e não vamos deixar ele nunca mais escapar das nossas mãos”, completou.

Leia a íntegra da carta:

“Queridas companheiras, queridos companheiros.

Durante muito tempo, o Brasil foi o país do futuro. Um futuro que nunca chegava. Até que o povo brasileiro decidiu que estava farto de viver acorrentado ao eterno passado de escravidão, miséria e abandono. E elegeu um nordestino presidente da República. Esse nordestino, que quando tinha 7 anos de idade embarcou com a mãe e os irmãos num pau de arara rumo a São Paulo em busca de uma vida melhor, foi eleito presidente prometendo uma vida melhor para todos os brasileiros.

Prometemos juntos, ganhamos juntos e cumprimos. Governamos para todos, mas com carinho especial para a parcela mais necessitada da população, e para uma região cujo extraordinário potencial de desenvolvimento havia sido historicamente ignorado pelas elites que durante 500 anos governaram o Brasil. Esta região é o Nordeste, cuja história pode ser dividida em duas etapas totalmente distintas: antes e depois do PT.

Nós governamos com um olho no passado, para a correção de injustiças centenárias, e o outro olho voltado para o futuro, para a construção de um Brasil e um Nordeste mais desenvolvidos e mais justos.

E o povo elegeu esse nordestino de novo, depois elegeu a primeira mulher presidenta da República, e depois reelegeu ela de novo. E aí o que fizeram aqueles que nos queriam eternamente presos aos grilhões do passado? Deram um golpe que jogou no lixo 54 milhões de votos e trouxe de volta mazelas que considerávamos extintas, como o desemprego, a fome e a mortalidade infantil.

E o que nós queremos agora? Nós queremos reeleger o companheiro Camilo Santana governador do Ceará no primeiro turno. E nós queremos o futuro do Brasil de volta. No dia 7 de outubro nós vamos agarrar o futuro e não vamos deixar ele nunca mais escapar das nossas mãos.

Rumo à vitória, rumo ao futuro. E para citar um rapaz cearense sem dinheiro no bolso mas com muita poesia na cabeça e no coração: “Tenho sangrado depois, tenho sofrido pra cachorro. Ano passado eu morri, mas este ano eu não morro”.

Não morreremos. Venceremos.

Forte abraço,
Luiz Inácio Lula da Silva”