01 de setembro de 2018
Foto por: Ricardo Stuckert

Fernando Haddad, candidato à vice-presidência na coligação “O povo feliz de novo”, chegou neste sábado (1/9) a Garanhuns (PE), terra natal do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em coletiva de imprensa na cidade, ele afirmou que “a causa da soberania popular e da soberania nacional é muito maior do que as dificuldades que estamos enfrentando”.

Menos de 24 horas depois da entrega da defesa de Lula contra a impugnação de sua candidatura, o ex-presidente foi impedido de participar das eleições presidenciais de 2018 pelo TSE, em sessão extraordinária realizada na noite da última sexta-feira (31/08). Na coletiva, Haddad disse que irá apresentar o quadro jurídico atual ao ex-presidente Lula na segunda-feira (3/9) pela manhã, para discutir o que fazer nos dez dias de prazo dados pela justiça eleitoral. “Nós não estamos fazendo cálculo eleitoral, nós estamos defendendo um bem maior, que é a soberania popular”, afirmou o porta-voz de Lula.

“Desde que Lula foi preso, o índice de intenção de voto nele cresceu. Por que cresceu tanto a disposição do povo votar nele? É isso que nos faz crer que estamos do lado certo da Justiça”, disse Haddad.