25 de agosto de 2016

Os advogados do ex-presidente Lula protocolaram nesta quinta-feira (25) uma petição no Supremo Tribunal Federal (STF) para reafirmar que o juiz Sergio Moro continua agindo ilegalmente ao lhes negar acesso a procedimento investigatório.

A petição foi protocolada no último dia 19/08, após os advogados de Lula descobrirem a existência de um procedimento oculto envolvendo o ex-presidente, tramitando perante a 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba, e após terem o acesso negado pelo juiz.

A petição requer “para o fim de assegurar ao Reclamante acesso aos autos nº 5035245-28.2016.404.7000, objeto desta Reclamação, podendo o Juízo Reclamado, no máximo, delimitar tal acesso desde que concretamente demonstrada a existência de “risco de comprometimento da eficiência, da eficácia ou da finalidade das diligências”. 

Leia também: Sérgio Moro esconde inquérito da defesa de Lula

O juiz Sergio Moro liberou o acesso apenas a um inquérito policial que até então tramitava sem a ciência dos defensores de Lula, mas não em relação ao outro procedimento — também com tramitação oculta — que justificou o protocolo da Reclamação no STF.
 

Veja a íntegra da petição dos advogados de Lula: