04 de agosto de 2018

O ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim participou neste sábado (4/8) da Convenção Nacional do PT que oficializou o nome de Luiz Inácio Lula da Silva como candidato à eleição presidencial em outubro. “Acabo de chegar de Roma porque tive a imensa honra de ter sido recebido por sua santidade, o Papa Francisco”, disse.

Amorim relatou que a autorização para o encontro foi concedida em apenas 12 horas, porque o Papa tem acompanhado a situação do presidente Lula. Segundo o ex-chanceler, o Papa o recebeu para uma conversa de uma hora de duração, em sua residência particular, e conversou sobre a situação do Brasil. Para não deixar dúvida, o Papa mandou uma mensagem por escrito para Lula: “Ao Luiz Inácio Lula da Silva com a minha benção, pedindo que rogue por mim.”

Amorim enfatizou que o Papa é um homem que tem a compreensão política de que o golpe branco acontece pela manipulação da mídia e do judiciário.