Lula

Após 18ª vitória na Justiça, Lula já pode pedir 6 músicas no Fantástico

Na última sexta-feira (3), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva conseguiu mais uma vitória na Justiça contra o lawfare de que é vítima e que o manteve encarcerado injustamente por 580 dias. O juiz Frederico Botelho de Barros Viana determinou o trancamento de uma ação penal contra Lula referente a linha de crédito do BNDES obtida pela Odebrecht para exportação de bens e serviços para Angola.

A ação, mais uma sem qualquer sustentação jurídica, era baseada em outra conhecida pejorativamente com “Quadrilhão do PT”, na qual Lula foi absolvido definitivamente pelo Juízo da 12ª. Vara Federal de Brasília. A ação também utilizava elementos provenientes de Curitiba, o que é vedado uma vez que, em vitória histórica, o STF reconheceu a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro e a nulidade de todos os atos por ele praticados na fase processual ou pré-processual.

Somando as 18 vitórias na justiça, Lula já poderia pedir seis músicas no Fantástico (afinal, é uma música a cada três gols). Infelizmente, o programa nunca foi muito justo com o presidente e certamente não abriria o mesmo espaço para a comemoração de sua inocência que deu ao show midiático formado em cima das especulações sobre sua culpa.

Para se ter uma ideia, entre janeiro e agosto de 2016, o Jornal Nacional deu 13 horas de notícias negativas sobre Lula – e nenhuma a favor – de acordo com o Manchetômetro do Laboratório de Estudos de Mídia da UERJ. Isso sem falar nos demais programas, jornais e revistas do grupo Globo.

Lula foi vítima de uma campanha desonesta e coordenada de destruição de sua imergem, da qual a mídia fez parte. Hoje, a própria mídia sofre com o governo Bolsonaro, um monstro que ajudou a alimentar.

Na playlist de Lula para o Fantástico, certamente não faltariam “Apesar de Você” e “Vou Festejar” – duas canções mais do que simbólicas para o momento.