27 de outubro de 2018

Na reta final da campanha, figuras importantes da música, do entretenimento e da política no Brasil se posicionam a favor da democracia, apoiando a candidatura de Fernando Haddad à presidência da República.

Joaquim Barbosa, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, declarou neste sábado em seu Twitter que votará em Haddad. “Pela primeira vez em 32 anos de exercício do direito de voto, um candidato me inspira medo. Por isso, votarei em Fernando Haddad”, afirmou.

Os cantores Paulinho da Viola e Maria Bethânia também declararam voto em Haddad. Bethânia fez foto com a camiseta de Haddad e Manu. Já Paulinho, em seu Facebook, disse: “Sinto a necessidade de juntar a minha voz à de inúmeros colegas, artistas, intelectuais e demais cidadãos brasileiros que acreditam na importância de valores fundamentais para a nossa sociedade e para a nossa democracia. Não podemos pensar um futuro sem valores básicos”.

“Não podemos abrir mão do sonho de um Brasil onde se respeitem mulheres, negros, gays, nordestinos e pobres. Negro não se mede em arroba, se mede em batuques, versos, melodias, pinturas e livros, apenas para ficar no mundo das artes. A tortura é absolutamente inaceitável. A maioria deve estender a mão à minoria. A voz de todos deve ser ouvida. A imprensa deve ser livre”, disse Paulinho.

Outros apoios importantes são do youtuber Felipe Neto, do apresentador Marcelo Tas e do ator Bruno Gagliasso, que, em seus perfis pessoais, também declaram voto em Haddad.