04 de março de 2021
Pedro de Oliveira/Alep

A nova petição dos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Martins, no Supremo Tribunal Federal, traz mensagens trocadas entre os procuradores da Lava Jato de Curitiba no aplicativo Telegram.

Áudio inédito de Deltan Dallagnol revela o esforço desesperado dos procuradores para que a juíza Gabriela Hardt assinasse sentença contra Lula  antes que fosse nomeado um novo juiz para suceder Sergio Moro na 13ª. Vara de Curitiba quando ele virou ministro de Jair Bolsonaro.

Ouça aqui https://qrco.de/bbzPTw

 

Poucos dias após a reunião, Hardt emitiu uma sentença que assumidamente aproveitou o texto e arquivo da sentença de Moro sobre o tríplex, com vários erros factuais,  como tomar a mesma pessoa como se fossem duas diferentes, chamar o sítio de apartamento, entre outros erros grosseiros.

A petição também mostra os bastidores da atuação, conscientemente ilegal, de Sergio Moro e dos procuradores para pressionar que não fosse cumprida ordem judicial de soltura de Lula emitida pelo desembargador do TRF-4 Rogerio Favretto no dia 8 de julho de 2018. O Supremo Tribunal Federal reconheceu, posteriormente, a legalidade da decisão de Favretto.

Leia a íntegra da petição aqui

PETIÇÃO E 9º RELATÓRIO UNIFICADO