27 de outubro de 2018

O candidato Jair Bolsonaro, que vive pregando ser um político honesto, mas que já declarou ter recebido propina, agora convidou para coordenar a bancada dos parlamentares no Planalto, para um eventual governo seu, o deputado federal Alberto Fraga, que já foi condenado a quatro anos, dois meses e 20 dias de prisão, em regime semiaberto, por pedir R$ 350 mil em propina a cooperativas de transporte (Coopertran), em 2008, quando era secretário de Transportes do governo do Distrito Federal.

Fraga também respondeu a um processo no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados por publicar informações falsas sobre a vereadora carioca Marielle Franco (PSOL), morta em março, junto com seu motorista Anderson Gomes, em um crime ainda não esclarecido pela polícia.

“Já anuncio aqui que quem vai coordenar a bancada no Planalto vai ser o Fraga”, disse Bolsonaro, em vídeo divulgado pelo deputado nesta quinta-feira (25/10).

Fraga é o coronel reformado da Polícia Militar do DF e coordenou a reunião da Frente Parlamentar de Segurança, mais conhecida como a “bancada da bala”.

Esses são os amigos de Bolsonaro!