20 de julho de 2016

Com a cumplicidade da mídia, agentes partidarizados do Estado tentam encontrar um crime — qualquer um — para acusar e condenar Lula. O objetivo é tirá-lo da cena política.

 

PERSEGUIÇÃO A LULA

________

Em mais de 40 anos de atividade pública, a vida do ex-presidente Lula foi vasculhada em todos os aspectos: político, fiscal, financeiro e até pessoal. Nenhum político brasileiro foi tão investigado, por tanto tempo: pelos organismos de segurança da ditadura, pela imprensa, pelos adversários políticos e por comissões do Congresso durante seus dois mandatos. Desde a reeleição da presidenta Dilma Rousseff, em 2014, Lula tornou-se alvo de uma verdadeira caçada judicial. Agentes partidarizados do estado, no Ministério Público, na Polícia Federal e no Poder Judiciário, mobilizaram-se com o objetivo de encontrar um crime – qualquer um – para acusar Lula e levá-lo aos tribunais.

 

Entenda os reais motivos das perseguições, arbitrariedades e abusos contra a maior liderança política do País.

 

Antes, durante e depois de ser presidente do Brasil

 

Preso por lutar pela democracia

___________________________

 

lula_sindicalista67164.jpg

Apesar das falsas acusações que sempre sofreu, nunca se demonstrou nada de errado na vida de Lula, porque ele sempre agiu dentro da lei. Somente a ditadura ousou condenar e prender Lula, em 1980, com base na infame Lei de Segurança Nacional. Seu crime de “subversão” foi lutar pela democracia e pelos direitos dos trabalhadores.

Linchamento moral e político

_________________________

lula fortaleza.jpg

Na ausência de acusações formais, pois Lula sempre agiu dentro da lei, promovem um julgamento pela mídia (trial by media), sem equilíbrio e sem direito ao contraditório. Boatos, ilações e vazamentos seletivos de investigações são divulgados com estardalhaço. Está claro que o objetivo da plutocracia brasileira, da mass media e dos setores mais retrógados do País é levar o ex-presidente ao banco dos réus, para excluir Lula do processo político brasileiro.

Passos investigados, nada encontrado

_________________________________

 

lula chgada.jpg

Quebraram os sigilos bancário e fiscal de Lula, de seus filhos, de sua empresa de palestras e do Instituto Lula. Quebraram o sigilo dos telefonemas de Lula, seus familiares, colaboradores e até de seus advogados. Invadiram e vasculharam a casa de Lula, as casas de seus filhos e o Instituto Lula. Investigaram todas as viagens internacionais do ex-presidente – quem pagou, que aviões usou, quem o acompanhou, onde se hospedou, com quem conversou, inclusive chefes de estado e de governo. Investigaram as palestras e até os presentes que Lula recebeu quando era presidente. Nada encontraram.

Nenhuma ilegalidade, provas ou testemunhos confiáveis

_________________________________________________

lula sindicato.jpg

 

Mesmo com a caçada frenética de procuradores, delegados, fiscais da Receita Federal e até juízes, com a ajuda da imprensa, não encontraram rigorosamente nada capaz de associar Lula aos desvios na Petrobras, investigados na Operação LavaJato, ou a qualquer outra ilegalidade. Nenhum depósito suspeito, nenhuma conta no exterior, nenhuma empresa de fachada, nenhum centavo que não tenha sido ganho honestamente e declarado para o pagamento de impostos.

LULA E SEUS DIREITOS VIOLADOS

 

lula 1 de maio.jpg

 

Ao longo destes dois anos, os algozes de Lula submetem o ex-presidente a uma série de constrangimentos e arbitrariedades: 

→  o direito a tratamento imparcial e à presunção da inocência;

→  o direito ao juiz natural e ao promotor natural;

→ o direito à ciência de inquéritos e do acesso pleno aos autos;

→ o direito ao sigilo das comunicações com os advogados;

→ o direito ao sigilo das comunicações telefônicas;

→ o direito à preservação do sigilo de dados pessoais, fiscais e bancários confiados a agentes do estado e à Justiça;

→ o direito de não ser indefinidamente investigado além dos prazos legais ou razoáveis para a apresentação de denúncia;

→ o direito à privacidade e à preservação da imagem;

→ o direito de resposta nos meios de comunicação;

→ o direito político de exercer função pública, para a qual sempre esteve apto;

→ o direito de ir e vir, sem que houvesse decreto de prisão e sem hipótese prevista em lei para sua condução coercitiva.

 

Como funciona o movimento orquestrado de perseguição a Lula?

MTST13.jpg

Ao longo destes dois anos, o ex-presidente, seus familiares, o Instituto Lula e a empresa LILS palestras tornaram-se objeto de uma campanha de difamação jurídico-midiática. Nos últimos 12 meses, Lula prestou 5 depoimentos à Polícia Federal e ao Ministério Público e apresentou informações por escrito em 2 inquéritos.

 

CONDUÇÃO COERCITIVA ILEGAL E ARBITRÁRIA

Apesar de ter cumprido todos os mandados e solicitações e de ter prestado esclarecimentos às autoridades até voluntariamente, no dia 4 de março de 2016 Lula foi submetido, de forma ilegal, injustificada e arbitrária, a uma condução coercitiva para depoimento sem qualquer intimação anterior – um verdadeiro sequestro por parte da Força Tarefa da Lava Jato.

    

PEDIDO DE PRISÃO PREVENTIVA ILEGAL

Lula foi alvo de um pedido de prisão preventiva, de forma ainda mais ilegal, injustificável e arbitrária, por parte de promotores de Justiça de São Paulo, que foi negado pela Justiça por sua flagrante ilegalidade.

 

VAZAMENTOS CRIMINOSOS E MANIPULADOS PELA MÍDIA

Agentes do estado vazaram e continuam vazando criminosamente para a imprensa dados bancários e fiscais de Lula, de seus filhos, do Instituto Lula e da LILS Palestras. O juiz Sergio Moro divulgou ilegalmente conversas telefônicas privadas do ex-presidente Lula, sua mulher, Marisa Letícia, e seus filhos, com diversos interlocutores que nada têm a ver com os fatos investigados, inclusive um diálogo com a presidenta Dilma Rousseff. Esse vazamento criminoso foi manipulado pela mídia de forma a impedir que Lula assumisse o cargo de ministro da Casa Civil, para o qual havia sido indicado horas antes da divulgação ilegal.

 

COMPLÔ DE AGENTES DO ESTADO E MEIOS DE COMUNICAÇÃO     

Nenhum líder político brasileiro teve sua intimidade, suas contas, seus movimentos tão vasculhados, num verdadeiro complô contra um cidadão, desrespeitando seus direitos e negando a presunção da inocência. E apesar de tudo, apenas uma ação judicial foi aceita contra Lula, sob um pretexto fragilíssimo: o de supostamente conspirar contra a Justiça, denúncia que tem por base apenas o depoimento de um réu confesso, que acusou o ex-presidente, sem provas, para se livrar da prisão.  Assim mesmo, alguns agentes de estado e o conjunto da grande mídia tratam Lula como previamente condenado. É o linchamento jurídico-midiático e a incitação ao ódio contra a maior liderança política do País.

 

Lula é perseguido por ser o melhor presidente do Brasil

MTST8.jpg

A perseguição à Lula se dá porque não podem derrotá-lo nas urnas. E apesar da sistemática campanha de difamação jurídico-midiática, continua sendo avaliado nas pesquisas como o melhor presidente que o Brasil já teve, além de liderar as sondagens para uma futura eleição presidencial.

 

Lula não foge da Justiça; recorre à Justiça

O ex-presidente Lula vem recorrendo sistematicamente à Justiça contra os abusos e arbitrariedades praticadas contra ele. Quem deve explicações à Justiça e à sociedade não é Lula; são os procuradores, delegados e juízes que abusam do poder, são os jornais, emissoras de rádio e TV que manipularam notícias falsas e acusações sem fundamento. Contra seus detratores na imprensa, no Congresso Nacional e nas redes subterrâneas de difamação, os advogados do ex-presidente Lula apresentaram:

  • 6 queixas crime;

  • 6 interpelações criminais;

  • 9 ações indenizatórias por danos morais;

  • 5 pedidos de inquéritos criminais;

  • e formularam duas solicitações de direito de resposta, uma das quais atendida e outra, contra a TV Globo, em tramitação na Justiça.

 

A verdade sobre Lula

Lula entrou e saiu da Presidência da República com o mesmo patrimônio imobiliário que possuía antes – patrimônio adquirido em uma vida de trabalho desde a infância. Não oculta, não sonega, não tem conta no exterior, não registra bens em nome de outras pessoas nem de empresas em paraísos fiscais. E jamais participou ou se beneficiou, direta ou indiretamente, de desvios na Petrobras ou em qualquer ato ilícito, antes, durante e depois de ter exercido a Presidência da República.

 

  • LULA NÃO É E NUNCA FOI DONO DO APARTAMENTO NO GUARUJÁ. #VerdadesSobreLula

(link para http://www.institutolula.org/documentos-do-guaruja-desmontando-a-farsa)

 

  • LULA NÃO É E NUNCA FOI DONO DO SÍTIO SANTA BÁRBARA. #VerdadesSobreLula

(link para http://www.institutolula.org/o-que-o-ex-presidente-lula-tem-e-o-que-inventam-que-ele-teria

 

  • Depois que deixou a presidência da República, Lula fez 72 palestras contratadas por 40 empresas do Brasil e do exterior. #VerdadesSobreLula

http://institutolula.org/uploads/relatoriopalestraslils20160323.pdf

  •  O Instituto Lula recebe doações de pessoas e empresas, conforme a lei, para manter suas atividades, e isso nada tem a ver com as investigações da Lava Jato. #VerdadesSobreLula

http://www.institutolula.org/conheca-a-historia-e-as-atividades-do-instituto-lula-de-1993-a-2015

 

  • O ex-presidente Lula não desviou nem se apropriou ilegalmente de nenhum objeto do acervo presidencial. #VerdadesSobreLula

http://www.institutolula.org/acervo-presidencial-querem-criminalizar-o-legado-de-lula

 

  • O ex-presidente Lula jamais conversou com o ex-senador Delcídio do Amaral sobre ações para obstruir a Justiça ou sobre qualquer ato ilícito. #VerdadesSobreLula

 

  • Leia a íntegra do depoimento de Lula aos delegados e procuradores da Operação Lava Jato. #VerdadesSobreLula

http://www.institutolula.org/leia-a-integra-do-depoimento-de-lula-a-pf-em-14-03

.internal img { width:auto !important;}