14 de outubro de 2021

Na véspera do Dia Mundial da Alimentação, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reúne-se com organizações e movimentos sociais para discutir um tema urgente: o aumento da insegurança alimentar no Brasil. O ex-presidente participa nesta sexta-feira (15), em São Paulo, do Encontro dos Movimentos Sociais do Campo, das Águas e das Florestas com Lula em Defesa da Vida e contra a Fome.

A iniciativa é uma ação da Secretaria Agrária Nacional do PT e o Núcleo Agrário “Adão Pretto”, da Bancada do PT na Câmara dos Deputados, em articulação com as organizações dos movimentos sociais do Campo Unitário, em conjunto com o Instituto Lula.

O encontro terá acesso restrito a convidados, mas poderá ser acompanhado na íntegra pela internet, nos canais oficiais de Lula e do PT.

Combater a fome é prioridade

Para o ex-presidente Lula, a volta do Brasil ao mapa da fome é o principal retrocesso vivido pelo país após o Golpe de 2016 e a eleição de Jair Bolsonaro. Ele tem repetido que garantir que toda brasileira e brasileiro tenha, no mínimo, três refeições por dia deve ser a prioridade número um do processo de reconstrução do país.

De acordo com pesquisa da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan), 55% da população brasileira — mais de 138 milhões de pessoas — vive em situação de insegurança alimentar. Destas, 20 milhões declaram não ter o que comer nas próximas 24 horas ou por mais dias.

Dados do IBGE mostram que a insegurança alimentar caiu de forma constante no Brasil entre 2004 e 2014. Foi neste ano que a ONU tirou o país do mapa mundial da fome. Agora, o terceiro maior produtor de alimentos do mundo convive com imagens de pessoas fazendo fila para conseguir um osso de boi ou uma carcaça de frango para comer.

Dia Mundial da Alimentação

O encontro de Lula com os movimentos do campo, das águas e das florestas também contará com a participação de organizações que trabalham no combate à fome nas cidades, além de representantes das bancadas do PT.

O evento é parte da agenda do Dia Mundial da Alimentação, que é comemorado anualmente em 16 de outubro desde 1981. A data coincide com a fundação do FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura) e serve para lembrar que a alimentação saudável e equilibrada é um direito fundamental.


Encontro dos Movimentos Sociais do Campo, das Águas e das Florestas com Lula em Defesa da Vida e contra a Fome

15 de outubro (sexta-feira), 10h
Com transmissão pelos canais oficiais do ex-presidente Lula na internet