14 de novembro de 2018
Foto: Ricardo Stuckert

Centenas de manifestantes passaram o dia em frente à Justiça Federal de Curitiba onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestou depoimento nesta quarta-feira (14). Lula foi ouvido pela juíza substituta da Lava Jato, Gabriela Hardt, no processo sobre o sítio de Atibaia. Preso político há sete meses, esta foi a primeira vez que o ex-presidente deixou a prisão.

Lideranças de todo o país vieram a Curitiba para manifestar solidariedade a Lula, defender sua liberdade e o direito a um julgamento justo e imparcial. Parlamentares ressaltaram que Sérgio Moro, hoje indicado ministro da Justiça do presidente eleito Jair Bolsonaro, cometeu uma ilegalidade ao tirar férias do cargo para, dessa forma, intervir na substituição de seu posto, do qual deveria ter abdicado ao aceitar um cargo no Executivo.

Assim, Moro pôde ter controle de quem o substituiria, o que não ocorreria caso fosse aberto concurso público para a seleção, conforme previsto pela lei. Assista: