27 de setembro de 2018

Durante seu discurso na 73ª Assembleia Geral das Nações Unidas, o novo presidente de Cuba, Miguel Díaz Canel, denunciou a prisão política do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que no próximo 7 de outubro completará seis meses.

“Denunciamos a prisão com fins políticos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a decisão de impedir o povo de votar e eleger para presidência o líder mais popular do Brasil”, declarou Díaz, ao final do seu discurso.

Assista ao discurso completo: