05 de outubro de 2018

O candidato à presidência do PT, Fernando Haddad, afirmou, nesta sexta-feira (05/10), em Belo Horizonte, sua expectativa de “debater olho no olho, frente a frente, com aquele que está fugindo do debate permanentemente”.

As declarações foram dadas à imprensa no ato “Caminhada pelo emprego e pela educação”, realizado na manhã desta sexta-feira, na capital de Minas Gerais. Haddad chamou o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, para o debate, para “perguntar o que ele quiser e responder também sobre as coisas que ele propõe”, em lugar de “usar as redes sociais para se esconder e difamar”.

Caminhada pelo emprego e pela educação em Belo Horizonte com Fernando Haddad e Fernando Pimentel governador. #HaddadPresidente

Publicado por Lula em Sexta, 5 de outubro de 2018

Também estavam presentes no ato a candidata a vice, Manuela D’Ávila, Dilma Rousseff, candidata ao Senado pelo PT, e o governador mineiro e candidato à reeleição pelo PT, Fernando Pimentel.

Questionado sobre o antipetismo nas eleições de 2018, Haddad destacou que o “antifascismo também é forte na sociedade brasileira”.

Haddad disse que a campanha seguirá mobilizada pelo Brasil, conversando especialmente com os moradores dos bairros mais populares das grandes cidades, além de reforçar o trabalho nas cidades do interior. O candidato da coligação PT, PCdoB e PROS afirmou que também será dada atenção especial às redes sociais, “contra a difamação e a injúria”.

Para Haddad, o candidato do PSL “não tem compromisso com a democracia, não tem compromisso com a paz, não tem compromisso com a verdade”.

O que está sendo feito nas redes sociais em relação às notícias falsas “é criminoso”, de acordo com o petista, com injúrias e difamação às pessoas.

O presidenciável destacou, por fim, que a Constituição Federal do Brasil “possui princípios muito sólidos, que estão sendo atacados, sobretudo pelo Bolsonaro”. Para Haddad, o país precisa de uma reforma bancária e tributária e explicou que não pretende mexer com os princípios da Constituição Federal, mas “com aquilo que é injusto: o sistema tributário e o bancário”.

 

Caminhada pelo emprego e pela educação em Belo Horizonte com Fernando Haddad e Fernando Pimentel governador. #HaddadPresidente

Publicado por Lula em Sexta, 5 de outubro de 2018

 

 

Caminhada pelo emprego e pela educação em Belo Horizonte com Fernando Haddad e Fernando Pimentel governador. #HaddadPresidente

Publicado por Lula em Sexta, 5 de outubro de 2018

 

 

Caminhada pelo emprego e pela educação em Belo Horizonte com Fernando Haddad e Fernando Pimentel governador. #HaddadPresidente

Publicado por Lula em Sexta, 5 de outubro de 2018