02 de setembro de 2017

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou na manhã deste sábado (2) de ato em defesa do empreendedorismo e do emprego, na cidade de Picos, no Piauí. Pela manhã, Lula visitou a Casa Apis, uma cooperativa apícola. “Quando eu assumi a presidência a gente achava que o Piauí era o estado mais pobre do Brasil, tanto que o Bolsa Família foi lançado na cidade de Guaribas (interior do estado). Era porque o pequeno produtor estava fora da economia”, avaliou Lula.

“Eu vi ali em uma sala (na Casa Apis) um barril com 200 kg de mel. Hoje aquilo não vai pra Garanhuns, vai para os EUA. Quando aquele cara se reúne em uma reunião chique lá nos Estados Unidos, ele vai beber a inteligência do povo do Piauí”, ressaltou o ex-presidente. Na cooperativa, a produção de mel orgânico já é considerada de qualidade superior ao padrão internacional. Além da produção, a Casa Apis também atua na formação de técnicos especializados em tecnologia apícola. Hoje, o Brasil é o 9º produtor mundial de mel. 

“Por isso, quando resolvi fazer faculdades, universidades e escolas técnicas, as pessoas achavam que só fábrica gerava emprego. Mas eu fui descobrir que universidade é uma fábrica de produzir inteligência, de produzir conhecimento. Um produto que não perde a validade. Então, ao invés de poluir com fumaça, a gente ‘poluiu’ com conhecimento”, pontuou o ex-presidente.

Para ver as fotos do evento em alta resolução visite o Flickr do Instituto Lula.

Durante o ato, Lula recebeu ainda o título de cidadão Picoense e parabenizou o povo de Picos pela perseverança. “A Casa Apis é um exemplo. Sei que nosso governo teve um papel importante, o Sebrae também, mas nada teria dado certo se não fosse a perseverança do povo dessa cidade”.

O governador do Piauí Wellington Dias agradeceu Lula pela visita ao estado e, mais uma vez, demonstrou solidariedade a ex-presidente. “Cada pancada que dão em você, presidente, estão batendo no povo, em cada um de nós”, ressaltou.

Roteiro

O Piauí foi o penúltimo estado da passagem da caravana Lula pelo Brasil pelo Nordeste. Após a estadia em Teresina, a caravana seguirá para o Maranhão.