01 de outubro de 2018

O senador estadunidense Bernie Sanders divulgou em seu perfil no Twitter um vídeo com o ator Danny Glover e com o codiretor do Centro de Pesquisas para Economia e Política, Mark Weisbrot, em que respondem por que a democracia no Brasil está sob ameaça.

No vídeo, ambos afirmam que a perseguição e a prisão política do ex-presidente Lula são consequências de sua popularidade como líder progressista e das políticas criadas pelos governo do PT de combate à fome e à pobreza.

Veja abaixo o vídeo na íntegra em inglês e logo abaixo a tradução livre para o português:

Danny Glover quer te dizer por que a democracia no Brasil está sob ameaça

A ameaça à democracia no Brasil é resultado das enormes conquistas do Partido dos Trabalhadores.

O ex-presidente e o político mais popular no país, Lula da Silva, foi impedido de concorrer à presidência e está atualmente na prisão. O Brasil terá eleições no dia 7 de outubro e essa será uma grande eleição por várias razões.

Esta é uma eleição incomum porque, primeiro, o candidato mais popular, o ex-presidente Lula da Silva, está preso e ele ganharia as eleições, segundo todas as pesquisas, se a ele fosse permitido concorrer.

Na primeira década do século 21, o Partido dos Trabalhadores reduziu a pobreza. O Brasil teve uma economia vibrante e estendeu suas relações com outros países da América Latina.

O Partido dos Trabalhadores foi eleito pela primeira vez para a presidência com Lula em 2002. E, então, ele foi reeleito e só podia legalmente exercer dois mandatos consecutivos. Então, em 2010, uma de suas ministras, Dilma Rousseff, concorreu, ganhou e ganhou novamente em 2014. Este período foi um período de sucesso, de progressos econômicos e sociais no Brasil. Em 2015, houve uma recessão. A ala dos partidos de direita de oposição a Dilma, que estava na presidência, tirou proveito disso e a submeteram a um impeachment. Eles não tinham um crime real contra ela. Eles a acusaram de uma manipulação contábil que todos os presidentes anteriores fizeram e governadores também. Isto foi um escândalo. Mas eles continuaram tendo um problema: Lula poderia concorrer à presidência. Então, com uma real politização do judiciário, eles foram atrás de Lula e ele foi acusado de suborno, que foi basicamente a reforma de um apartamento. Eles nunca sequer mostraram que ele possuía, ou esteve no apartamento, ou o alugou, ou que foi dele ilegalmente. Eles não tinham nenhuma evidência material.

Nós temos que fazer alguma coisa sobre isto, mas nós, ao mesmo tempo, entendemos que isto não está acontecendo só no Brasil. A democracia está sendo enfraquecida em outros países na região também. A questão é sobre o que está acontecendo com todos esses governos na região, que introduziram políticas que beneficiaram os pobres, os indígenas, o que está acontecendo particularmente nestes países e certamente com esses líderes e suas iniciativas progressistas de mudança.

O candidato líder nas pesquisas nas eleições é o congressista Jair Bolsonaro. A mídia tem comparado ele com o Trump, mas, para ser honesto, isto é injusto com Trump, porque Bolsonaro é muito extremista e muito abertamente racista e misógino.

Isto é basicamente um pesadelo, o que o Bolsanaro representa é o mesmo tipo de ideologia do Donald Trump. Ele é da extrema-direita, não apenas já atacou as religiões africanas, mas também clamou por intervenção militar.

Nós temos que lembrar que a democracia neste país é relativamente nova:são só 30 e poucos anos desde a ditadura.

Os progressistas têm que se preocupar não só com o que está acontecendo nos Estados Unidos, mas também com os progressistas dos outros países da América Latina e certamente, no Brasil.