17 de outubro de 2018

Jair Bolsonaro já deu todos os indicativos de que não é um democrata. Ele já disse em entrevista que daria um golpe assim que assumisse o poder; afirmou que, com voto, não se chega a lugar nenhum; ressaltou que só uma guerra civil resolveria o problema do Brasil; e se gabou de ser a favor da tortura. O candidato do PSL chegou a prestar homenagem a um dos mais nefastos torturadores do país, o coronel Brilhante Ustra, a quem chamou de herói. Não há qualquer garantia de que haverá novas eleições em quatro anos, caso Bolsonaro seja eleito.

Nestas eleições, Bolsonaro tem colocado em xeque a lisura do sistema eleitoral eletrônico, espalhando fake news sobre possíveis fraudes nas urnas e afirmando que não aceitará outro resultado que não seja sua vitória.

Por toda essa trajetória de desrespeito à democracia e à Constituição brasileira, o apelo é para que o eleitor faça do seu voto uma arma contra o fascismo, a ditadura, a tortura, a violência e todo o retrocesso que representa a candidatura de Jair Bolsonaro.

Vote no candidato que dedicou toda a sua vida à democracia, à liberdade de expressão e aos direitos sociais e trabalhistas. Vote em Fernando Haddad!

Baixe aqui o cartaz.