25 de outubro de 2017

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva concedeu nesta quarta-feira (25) entrevista à Rádio Teófilo Otoni AM e voltou a criticar o governo ilegítimo de Michel Temer, no dia em que a Câmara analisa a segunda denúncia contra o presidente golpista. “O Temer gastou pra aprovar a PEC de limite de gastos. Por que ele não limita os gastos pra comprar deputado?”, afirmou Lula.

Na avaliação do ex-presidente, parte da sociedade brasileira se arrepende por ter apoiado a cassação da presidenta eleita Dilma Rousseff. “Eles fizeram essa guerra contra a Dilma, a imprensa engoliu as mentiras e ela foi cassada. Estamos vendo como ficou com o Temer. Tem muita gente envergonhada”.

Segundo Lula, o afastamento de Dilma também passou pela possibilidade de retorno de do ex-presidente e pelo “risco” de manutenção de um projeto popular para o país. “Quando a Dilma se elegeu eles entraram em pânico porque aí eles perceberam que eu voltaria depois”, resumiu.

O ex-presidente comentou ainda a crise de credibilidade que afeta as instituições brasileiras. “Temos um problema hoje que é o comprometimento político das instituições. Ministro do STF não poderia ficar dando declaração sobre voto, por exemplo”, criticou.

Lula por Minas Gerais

A caravana segue para a cidade de Itaobim, Itinga e Araçuaí. Lula permanece em Minas até a próxima segunda-feira, quando um ato em Belo Horizonte encerrará a etapa mineira de Lula Pelo Brasil.