19 de fevereiro de 2019
Foto: Ricardo Stuckert

A presidenta do PT Gleisi Hoffmann e o líder do partido no senado Humberto Costa se reuniram hoje (19) no Parlamento Europeu com representantes do Grupo de Esquerda Europeia no Parlamento Europeu com a presença de representantes da esquerda de Portugal (PCP e Bloco de Esquerda), Espanha (Podemos), França (França Insubmissa), Irlanda (Sinn Féin) e Itália (Refundazioni) entre outros partidos de diferentes países sobre a situação política do Brasil e a prisão injusta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Vários eurodeputados manifestaram interesse de visitar o ex-presidente Lula em Curitiba, coordenando a agenda de viagens com as apenas duas visitas permitidas para Lula por semana.

Eles relataram os problemas em relação as eleições, com o impedimento da candidatura de Lula e uma agressiva campanha de fake news por redes sociais. A ascensão de um governo de extrema direita, agressor do meio ambiente, repressivo contra a democracia e ultraliberal na economia, tirando direitos dos trabalhadores.

A reunião também falou sobre o assassinato não solucionado da vereadora Marielle Franco e a proximidade de suspeitos da milícia com força políticas.

A visita dos parlamentares petistas tem mais uma reunião hoje com representantes da esquerda belga e de outros países e continua amanhã com reunião com o bloco de eurodeputadas sociais democratas.