24 de maio de 2022

O cenário político atual não está para brincadeira. A mentira e o ódio, instrumentalizado por Jair Bolsonaro em toda a sua vida pública, compõem uma verdadeira cartilha usada pela extrema direita para enganar o povo, manipular sentimentos e criar cortinas de fumaça sobre os urgentes debates pelos quais a sociedade clama a fim de construir um país para todos e todas, com dignidade, comida no prato, Saúde e Educação. De quebra, promovem ataques descabidos ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a seu legado. “Temos que estar preparados e alertar a população para o fato de que tudo o que vem do Bolsonaro é mentira”, alerta a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann.

+ Como denunciar mentiras e fake news do bolsonarismo

“Temos um site exatamente para que encaminhem para nós as fake news, as mentiras, para ver as medidas do ponto de vista das respostas e da ação judicial”, explica Gleisi. “Esta campanha vai ser muito judicializada por conta das barbaridades que eles falam, e espero que as instituições e o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) tomem medidas firmes em relação às fake news e à propagação delas.”

@verdadenarede #VerdadenaRede #lulacombr#BastadeFakeNews #BastaFakeNews#fakenewsBrasil #NãoPubliqueFakeNews#NãoCaiaemFakeNews #lula #política #brasil #VamosJuntosPeloBrasil ♬ som original – verdadenarede

O site é o Verdade na Rede, mantido pela equipe Lula e por milhares de Agentes da Verdade que todos os dias se indignam com os absurdos do bolsonarismo. Em pouco mais de dois meses de atuação, já recebemos mais de 2 mil denúncias e cadastramos 373 matérias com checagens de fatos realizadas por agências de fact checking, além de 128 conteúdos próprios, entre vídeos, cards e textos didáticos sobre como reconhecer e o que fazer diante de fake news; materiais desconstruindo fake news específicas e conteúdo expondo os mecanismos pelos quais agem as milícias digitais e o gabinete do ódio.

Esses conteúdos alimentam mais de 60 grupos de Whatsapp, mantidos de forma orgânica e com adesão voluntária de mais de 12 mil pessoas. A partir das denúncias recebidas, a equipe jurídica do PT moveu uma série de processos judiciais: contra outdoors com campanhas difamatórias em diversas cidades, contra Bolsonaro por fake news e para garantir a segurança das eleições, contra fake news de Flávio Bolsonaro, para investigação de ameaças físicas a Lula e a petistas.

A cerca de 6 meses das eleições, segue nítida qual é a tática preferida do bolsonarismo para fugir do debate político: a mentira. Ele mente para fazer o povo perder a confiança nas instituições, mente para colocar dúvida sobre as eleições, mente sobre as ações que não tomou durante o seu governo e mente quando esse mesmo governo se vê metido em denúncias de corrupção que já são quase diárias. Segundo a agência Aos Fatos, no ano passado Jair abriu a boca sete vezes por dia só para falar mentiras.

+ Entre em um de nossos grupos de Whatsapp e torne-se um Agente da Verdade!

Como alerta a jornalista e fundadora da Agência Lupa Cristina Tardáguila: “Os ataques ao TSE e às urnas eletrônicas seguem um cardápio que está sendo servido internacionalmente e não têm nenhuma relação com a maneira como se vota”. Como já denunciamos aqui no Verdade na Rede, com o gabinete do ódio à frente da milícia digital bolsonarista para promover ataques à democracia e ao processo eleitoral, houve um aumento de 440% no volume de fake news envolvendo as eleições, o Supremo Tribunal Federal (STF), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e seus ministros. 

Não compartilhe e siga denunciando!

Nas eleições deste ano, as fake news serão um veneno contra a qual temos de lutar com a melhor das armas: a verdade. Na luta pela defesa da verdade, a máxima é nunca compartilhar, nem com amigos, postagens visivelmente falsos. Qualquer publicação, mesmo que em tom de denúncia ou indignação, ajuda a aumentar a propagação desse tipo de mensagem, que visa confundir o debate sério e mudar o foco para a discussão que realmente importa. Ou seja, a sua denúncia acaba virando divulgação daquele conteúdo com que você não concorda. Então, para cada mentira, compartilhe uma verdade!

Lembre-se sempre que, por trás da desinformação, há sempre uma intenção política. É um jogo sujo que quer forçar a polarização e nos colocar contra aqueles com quem dividimos a mesa, o trabalho, o ônibus. Tentam promover a discórdia entre o povo para não ter de dar respostas efetivas sobre o que farão pelas principais necessidades do país.

O caminho para a verdade é simples e conta com o apoio da nossa equipe. Os passos são os seguintes:

1 – Viu uma mentira?

Não a divulgue, nem para seus amigos mais próximos. Bolsonaro quer nos afogar nas suas falsidades. Saia dessa. Respire fundo, entre em https://lula.com.br/verdadenarede/ e busque uma vacina para as fake news que não param de pingar nos seus grupos de zap.

É só ir no campo de busca e digitar uma palavra marcante da notícia falsa.

Responda a mentira com uma verdade. O nosso site reúne o material das agências de checagem e conteúdo próprio. É preciso desmontar os argumentos falsos e as narrativas fantasiosas do bolsonarismo. Ao responder à mentira, encaminhe uma das vacinas, aproveite e já envie algumas das realizações dos governos do PT para gerar um debate produtivo e sem briga.

2 – Não encontrou uma vacina?

Denuncie a fake news com a qual você se deparou. Você pode fazer isso em nosso site, clicando no botão vermelho DENUNCIE AQUI. Produziremos novas vacinas a partir das novas cepas do bolsovírus. Além disso, nosso time jurídico irá avaliar a sua denúncia e, se for necessário entraremos em contato para maiores informações.

3 – Como seguir informado?

É só se cadastrar em um dos nossos grupos de WhatsApp. Eles estão na página inicial do Verdade na Rede. Estaremos sempre de olho. Procurando as mentiras que circulam nas redes e em grupos de WhatsApp e Telegram e trazendo a verdade.

Além disso, os grupos também serão espaço para trocar informações e técnicas para eliminar as fake news. Seja um agente da verdade!

Vamos neutralizar o Bolsovírus e respirar os ares da democracia e da verdade. Vacine-se contra as fake news. Embarque no nosso mutirão!