12 de junho de 2019
Foto: Ricardo Stuckert

Da Agência PT

Diante das denúncias do site The Intercept, que mostram o caráter político nas decisões da Operação Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mantém convicta a certeza de provar a sua inocência. Esse foi o recado transmitido pelo professor e ex-ministro Fernando Haddad, que esteve com Lula nesta terça-feira (11) em visita de rotina enquanto integrante da defesa.

Haddad destacou que Lula está “cada vez mais confiante de que toda verdade a seu respeito vai ser revelada e sua inocência será provada”. Ele adianta que o ex-presidente não expressou muita surpresa com as revelações recentes sobre a Lava Jato porque “tem a consciência tranquila de que nunca pretendeu vantagem e que exerceu o cargo de Presidente com lisura, sempre pensando no povo brasileiro”.

No entanto, acrescenta que o Lula terá a oportunidade de falar pessoalmente sobre o caso em entrevista que será concedida ao canal TVT nesta quarta-feira (12). A conversa será exibida na quinta-feira (13) às 20h.

Fernando Haddad destacou, por fim, que Lula foi o Presidente da República que mais fortaleceu as instituições para o combate a corrupção e que as notícias sobre o caráter político da Lava Jato só ratificam que ele não cometeu crime.

Neste domingo (09) o site The Intercept Brasil divulgou uma série de reportagens que revelam conversas entre o ex-juiz, Sérgio Moro, e o procuradores do Ministério Público Federal, incluindo Deltan Dallagnol, responsável pela Operação Lava Jato. Os trechos vazados mostram que procuradores do MPF e o então juiz agiram de forma orquestrada para prejudicar o Partido dos Trabalhadores nas eleições de 2018, impedindo a vitória de Ferando Haddad. O caso teve repercussão internacional.

Representantes dos partidos de esquerda pediram a instalação de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito(CPMI) para investigar as denúncias.