14 de outubro de 2018

A campanha de Bolsonaro é uma fábrica de fake news! Não bastasse todas as notícias falsas que ele tem inventado em português, ele agora mente em inglês. No último sábado (13/10), ele publicou em seu Instagram que o BNDES é um dos maiores patrocinadores do socialismo, que massacra milhões no mundo. E o fez na língua de Shakespeare!

O BNDES é uma das principais vítimas de Bolsonaro. O problema, para Bolsonaro, é que no site do BNDES qualquer pessoa pode saber a verdade. A história de que o Brasil teria investido dinheiro que falta aqui em outros países é um escândalo. É uma das maiores farsas da internet.

Acontece neste momento uma frenética campanha de fake news movida por um dos candidatos à presidência. Várias postagens da família Bolsonaro e de seus apoiadores foram tiradas do ar, mas o ritmo de produção de mentiras eleitorais quase sempre deixa a verdade menos importante. É o cenário da pós-verdade.

Uma das mentiras eleitorais mais famosas é a de que o Brasil teria investido dinheiro em outros países em detrimento das necessidades nacionais. A verdade é que o BNDES não financia obras em países estrangeiros. O que o Banco financia é a exportação de bens e serviços brasileiros de engenharia para o exterior. São coisas diferentes.

Ou seja, o que acontece é exatamente o contrário: o BNDES investe (reais) em empresas brasileiras que geram empregos no Brasil ao fazerem exportações.

Desconfie de boatos de internet, especialmente em véspera de eleição. As operações efetivamente contratadas pelo Banco estão disponíveis em www.bndes.gov.br/transparencia, onde se pode verificar a quem, quanto, para que e em que condições (prazos, taxas e garantias) o Banco financiou desde 2002.

Helena Tenório, superintendente de comunicação do BNDES, explica ao jornal O Dia: “O BNDES não financia países e, sim, a exportação de bens e serviços brasileiros. Essas operações representam cerca de 5% da atuação do Banco (versus 40%, em média, destinados à infraestrutura no Brasil), e os recursos são desembolsados no Brasil, em reais, à empresa brasileira, como ocorre em todos os financiamentos do BNDES. O importador do bem ou serviço (que pode ser uma empresa estrangeira ou um país) assume a dívida e paga ao BNDES, em dólar ou euro. Tais operações, portanto, não envolvem envio de recursos do Brasil para o exterior. É exatamente o contrário: elas trazem divisas para o Brasil, em moeda forte, que, além de gerar emprego e renda aqui, ajudam a suprir nossas carências de investimento público”.

Ajude a espalhar a verdade:

 

Bolsonaro e seus apoiadores não param de mentir. Sua campanha não se sustenta em propostas para o país, mas em mentiras disseminadas pelas redes sociais que tentam levar o medo às famílias.

Ajude-nos a combater essa fábrica de notícias falsas.

Veja abaixo algumas dicas de como identificar fake news pelo WhatsApp e nas redes sociais:

1 Não compartilhe conteúdos com origem e veracidade duvidosas. Não acredite em informações dadas por veículo ou pessoas desconhecidas.

2 Se a informação te parece estranha ou absurda, cheque! Pesquise no Google se a informação e/ou o veículo são confiáveis.

3 Se você descobriu que a informação é falsa, avise a pessoa que te enviou. Compartilhar fake news é crime.

4 É possível denunciar a publicação nas redes e grupos. DENUNCIE e nos ajude a denunciar pelo WhatsApp – 11 974028726.

5 Se você sabe que é mentira, desminta a notícia falsa. Envie links de sites, vídeos e fotos verdadeiras. Compartilhe a VERDADE!

Lembre-se, no Brasil espalhar boato e mentira é crime!