20 de setembro de 2018

Em entrevista concedida ao Jornal da Globo, nessa quarta-feira (19/09), o candidato à presidência da República pela coligação “O Povo Feliz de Novo”, Fernando Haddad (PT), deu detalhes de como será realizada a reforma bancária em seu governo.

“Quando os bancos cobrarem uma taxa de juros na ponta muito superior à média de mercado, eles vão pagar mais impostos. Quando eles cobrarem uma taxa inferior à média de mercado, eles vão pagar menos impostos. Ou seja: o banqueiro que é mais ganancioso vai ter que dividir a ganância dele em tributos. O banqueiro que trouxer a taxa de juros para baixo vai ter um benefício fiscal com isso. E com isso nós vamos empurrar a taxa de juros para baixo e todo mundo vai ter muito mais facilidade de pegar o que toma emprestado”, disse o candidato.