06 de março de 2020

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou nesta quinta-feira (5) a Genebra, na Suíça, para uma série de encontros a fim de discutir o tema da desigualdade e a luta dos trabalhadores no mundo contra a retirada de direitos.

Nesta quinta, Lula se reuniu com Richard Kozul Wright, diretor da UNCTAD (Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento),   órgão vinculado à ONU.

Durante o encontro, ambos destacaram o colapso do sistema capitalista baseado na financeirização e como a questão tem aprofundado a desigualdade em todo o mundo.

O ex-presidente também recebeu o ex-ministro dos Direitos Humanos do governo FHC, Paulo Sérgio Pinheiro. A última vez que os dois haviam estado juntos ocorreu quando Pinheiro visitou Lula em Curitiba em solidariedade contra sua prisão política.

Nesta sexta-feira, Lula se reúne com o Conselho Mundial de Igrejas (CMI), que congrega mais de 340 igrejas em mais de 120 países. Na pauta, o ex-presidente deve abordar a desigualdade social, tema central do encontro com o papa Francisco no Vaticano.

Mais tarde, o ex-presidente debate o tema com representantes de sindicatos globais.