14 de agosto de 2021
Ricardo Stuckert. Lula retorna a Brasília Teimosa, 2017

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarca em Recife neste domingo (15) para debater com lideranças políticas e movimentos sociais o futuro de Pernambuco, a conjuntura e os desafios para o desenvolvimento regional e o crescimento do Brasil.

Pernambuco, como os demais estados do Nordeste e do país, sente os efeitos do retrocesso do governo Bolsonaro. A taxa de desemprego no estado atingiu 21,3% da população de 14 anos ou mais, no primeiro trimestre do ano, alcançando o maior índice em nove anos e empatando com a Bahia no primeiro lugar do ranking nacional da desocupação.

Nos governos federais do PT, com muitos investimentos no social e em infraestrutura, o estado experimentou um dos maiores saltos de crescimento de sua história. A combinação de políticas sociais inclusivas e grandes obras criou condições para um salto de desenvolvimento no Nordeste, que cresceu 4,1% ao ano no período de 2003 e 2013, acima da média de 3,3% do resto do país, segundo dados do Banco Central. O índice de desocupação na Região Metropolitana do Recife, em 2011, por exemplo, caiu a 6%.

AGENDA

Na agenda de dois dias na capital pernambucana estão previstos encontros com partidos políticos, jantar com o governador Paulo Câmara e conversas com movimentos socais.

Lula chegará a Recife no início da tarde de domingo. Após receber algumas lideranças e companheiros, o ex-presidente terá seu primeiro compromisso oficial no jantar com o governador Paulo Câmara, no Palácio do Campo das Princesas. Na segunda-feira (16), o ex-presidente deverá visitar, pela manhã, uma propriedade de agricultura familiar na Região Metropolitana do Recife. À tarde, o presidente terá reunião com movimentos sociais.

Por causa das restrições da pandemia, não haverá ato público de massa em nenhum dos estados.

Acompanhe a viagem de Lula pelo Nordeste em nossa página especial, com mapa interativo, vídeos, wallpapers e mais.