25 de maio de 2020
Foto: Ricardo Stuckert

O ex-presidente Lula debate nesta terça-feira (26), às 18h, como a pandemia do coronavírus tem afetado a vida e a rotina de atingidos por hanseníase por todo o país.

O último encontro de Lula com os atingidos ocorreu em fevereiro de 2018, na cidade de Betim (MG), dois meses antes da prisão política do ex-presidente. Emocionado, Lula lembrou na ocasião a promulgação da Medida Provisória 373/2007, que concedeu pensão vitalícia às pessoas com hanseníase vítimas de internação e isolamento compulsórios em hospitais-colônia.

Durante mais de 60 anos, pacientes que fossem diagnosticados com a doença eram isolados do convívio com a sociedade, obrigados a se internar em hospitais-colônia, política que só foi encerrada em 1986.

Participam do debate nesta terça-feira os integrantes do Morhan (Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase) Valdenora Rodrigues, da antiga Colônia do Aleixo, em Manaus (AM), Nelson Pereira Flores, da antiga Colônia de Santa Isabel, em Betim (MG), Terezinha Prudencio Silva, da antiga Colônia Souza Araújo, em Rio Branco (AC), José Gomes da Silva, da antiga Colônia Ernani Agrícola, em Cruzeiro do Sul (AC), e o coordenador nacional do movimento, Artur Custódio.

Acompanhe a transmissão ao vivo:

Terça-feira (26)
18h

https://youtube.com/lulaoficial
https://fb.com/lula
https://twitter.com/lulaoficial
https://instagram.com/lulaoficial