26 de janeiro de 2022
Foto: Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu nesta quarta-feira (26) a realização de eleições pautadas no diálogo e no debate de ideias, ao invés de disseminação de fake news, que é marca do atual governo. Em entrevista à rádio CBN Vale do Paraíba, de São José dos Campos, Lula disse que o debate de ideias é interessante para mostrar quem vai resolver os problemas da população.

 “Sempre fizemos campanha com debate de ideias. É isso que pretendo fazer. Não vou jogar o jogo rasteiro de alguns adversários, não vou entrar no lamaçal que eles estão entrando na perspectiva de me atacar”, disse o petista, lembrando que decidirá pela candidatura entre fevereiro e março. “Esse debate de ideias é muito interessante. Quero saber quem vai resolver o problema do emprego, o problema da economia, quem é que vai reconquistar a credibilidade do país”, completou

Lula disse que leu na imprensa recentemente que o presidente Jair Bolsonaro conta sete mentiras por dia e afirmou que o Brasil não pode estar subordinado à mentira. “O Brasil está precisando de verdade, de fraternidade, de amor, de solidariedade, de carinho, de livro didáticos, não de armas, não de fuzis, espingarda ou pistola. O povo brasileiro não quer ser pistoleiro nem voltar ao Velho Oeste. Queremos ter livro, acesso à cultura, não ficar treinando tiro ao alvo”.

O ex-presidente lembrou que já foi testado pela população. “O povo brasileiro me conhece desde 1978. Eu tenho uma história que é pública, meus inimigos já me vivaram do avesso e eu sempre faço a política pautada (na verdade)…quando eu estou falando com vocês, eu estou falando com a dona de casa, com uma família que está no carro e eu não tenho direito de mentir para uma criança, esse mundo está precisando da verdade. É esse país que me proponho a discutir durante o processo da campanha”.

Lula afirmou ainda que é preciso recuperar o Brasil – que vive situação muito pior do que em 2003, quando ele iniciou o primeiro mandato. “Não há necessidade de termos nesse país gente que vai dormir com fome, criança desnutrida. O Brasil é um país grande, tem tudo. O que precisa é a gente ter vergonha na cara e saber governar. A gente governa é para o povo. Tenho certeza, e fé em Deus, de que o povo brasileiro vai voltar a sorrir”.

Veja outras declarações de Lula na entrevista para CBN Vale do Paraíba

Assista à entrevista:

Veja galeria de fotos do Ricardo Stuckert: