27 de agosto de 2018

Em entrevista à Folha de S. Paulo nesta segunda-feira (27/08), o cantor e compositor Gilberto Gil afirma que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem o direito de ser candidato e que sua prisão é injusta. Ex-ministro da Cultura de Lula, Gil diz que sente muito pesar pelo o que o ex-presidente está passando. “Ele deveria estar aí vivendo, como nós, a plenitude das lutas partidárias e das disputas democráticas, coisa que está impedido de fazer”. O músico afirmou que quer Lula livre, não necessariamente para votar nele, mas pela arbitrariedade de sua prisão.

Ele diz ainda que são muitos os que assim consideram a prisão de Lula injusta: “juristas —daqui e de outros cantos do mundo—, cronistas políticos, milhões de eleitores. Eu não estou sozinho, muito pelo contrário. São muitos os que consideram o mesmo”.

Gil afirmou gostar muito do candidato a vice na chapa de Lula para as próximas eleições. “Gosto muito de Haddad. É um nome interessante. Um homem muito preparado e sensível. Suficientemente jovem e suficientemente maduro ao mesmo tempo para ter uma compreensão do conjunto da sociedade brasileira hoje, da inserção do Brasil no mundo, da questão da economia”.