27 de abril de 2017

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa no próximo sábado (29), na cidade do Rio Grande, no Rio Grande do Sul (RS), de um grande ato em defesa do Polo Naval, do Conteúdo Local e dos Direitos. A ex-presidenta Dilma Rousseff e os ex-governadores Olívio Dutra e Tarso Genro também estarão presentes no ato, que deverá reunir mais de 30 mil pessoas, no Largo da Prefeitura da cidade.

O evento irá debater a valorização do conteúdo local e a perda de direitos trabalhistas e previdenciários. Para a coordenadora da Frente Brasil Popular no Rio Grande, Ana Furlon, a presença de Lula e Dilma no ato reforça a importância dos governos do PT na recuperação da riqueza nacional e defesa do polo naval, de emprego e renda. “Este projeto, hoje, está sendo desmantelado. O papel dos movimentos sociais é reafirmar o compromisso com a democracia e a legitimidade que tem a presidenta Dilma e o presidente Lula”, afirma. 

Segundo o prefeito de Rio Grande, Alexandre Lindenmeyer, o Polo Naval garantiu um crescimento de 12% ao ano na região, quadruplicou a arrecadação e duplicou a renda. Ele revela que, para cada emprego direto, foram gerados de quatro a cinco indiretos na cadeia produtiva. “É inadmissível abandonar estruturas prontas, ativos consolidados, equipamentos de última geração e mão de obra qualificada. O Brasil pode mais do que exportar commodities, pode ter uma política industrial própria”, diz Alexandre.

O ato contará ainda com a presença de professores e estudantes afetados pelas reformas na Educação, como a extinção do Ciência Sem Fronteiras e os cortes em programas como Prouni e Fies, além de outros programas sociais implantados como Bolsa Família e Minha Casa, Minha Vida.