10 de dezembro de 2021
Foto: Ricardo Stuckert

Durante cerimônia de entrega do Prêmio Azucena Villaflor, em Buenos Aires, nesta sexta-feira (10), o presidente da Argentina, Alberto Fernández, disse que o ex-presidente Lula é um homem de bem, que sempre lutou pela democracia e os direitos humanos e que foi perseguido e condenado injustamente. Hoje – Dia dos Direitos Humanos, se comemora os 38 anos da volta da democracia à Argentina.

Lula recebeu o prêmio em reconhecimento a seu trabalho de defesa da democracia e dos diretos humanos e pelo trabalho pela unidade dos países da América Latina e da América do Sul. Diversas personalidades foram agraciadas pelo prêmio, entre elas o ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica e o nobel da paz de 1980, Adolfo Pérez Esquivel.


Em seu discurso, Fernández disse ainda que, quando a democracia é confrontada por posições intolerantes, como acontece hoje, tudo que vale é a unidade dos setores populares.

O prêmio anual Azucena Villaflor foi instituído em 2003 pelo ex-presidente Néstor Kirchner com o objetivo de reconhecer cidadãos ou entidades de destaque por sua carreira cívica em defesa dos direitos humanos. O prêmio tem o nome de uma das fundadoras do movimento das Madres de Plaza de Mayo e, também, uma das vítimas do terrorismo de Estado durante a ditadura cívico-militar na Argentina.

Assista à transmissão da entrega do prêmio: