18 de dezembro de 2020
Foto: Ricardo Stuckert
Impedido de participar fisicamente do tradicional Natal dos Catadores em razão da pandemia, o ex-presidente Lula enviou uma carta ao evento, que ocorreu nesta sexta-feira (18). Leia a íntegra a seguir:
“Meus queridos amigos e amigas catadores de material reciclável,
Não imaginei que depois de sair da prisão pudesse haver algo que me impedisse de passar o natal com vocês, como fiz quando fui presidente, como fiz depois de deixar a presidência, e como fiz ano passado, depois de sair da prisão. Meu compromisso com vocês é mais que politico. É de sangue, é de pele.
Mas esse ano, um inimigo terrível e invisível, o coronavírus, nos impede de estarmos juntos nesse Natal, para podermos nos abraçar no Natal que vem.
O coronavírus é uma praga da natureza que afetou todo o planeta. Mas como cada sociedade reagiu a ele foi diferente dependendo da medida da solidariedade entre as pessoas e a liderança dos governos de cada país.
O vírus é o mesmo. Nós que podemos agir de maneira diferente diante dele. Nos ajudar, cuidarmos um dos outros, termos paciência e apoiarmos nossos médicos e cientistas.
A pandemia e seu combate não é questão de política ou ideologia. É de humanidade e responsabilidade dos governantes.
No Brasil, 2020 foi um ano tão difícil para todos, com um governo insensível e sem solidariedade, que só prestou auxílio financeiro nessa crise tão profunda após muita pressão, um auxílio temporário que está acabando, deixando o povo abandonado, muito antes do fim da pandemia e da chegada da vacina ao Brasil.
Eu sei da dificuldade que vocês tiveram esse ano, com paralisações da reciclagem, amigos e parentes ficando doentes, tendo que lidar com máscaras jogadas no lixo de forma incorreta, e muito cuidado para não pegar essa doença terrível.
Nem todos podem ficar em casa, porque tem que sair na rua para buscar seu sustento, para ter o que comer e porque no Brasil, ainda hoje, infelizmente nem todos tem casa.
Vocês sabem melhor do que ninguém como está aumentando as populações e famílias morando nas ruas, vítimas do desemprego, das drogas, da ganância dos que querem cortar direitos dos trabalhadores e concentrar renda na mão de poucos.
Infelizmente, ainda teremos, dias muito duros pela frente, neste Natal de reflexão e fé.
Mas vocês são guerreiros que cuidam e salvam vidas, que contribuem com o meio ambiente e com a cidade, e não podem esquecer isso.
E não podem esquecer que temos uns aos outros e que dias melhores virão para nós e para o Brasil. No Natal do ano que vem, se Deus quiser, já teremos superado esse vírus. O outro vírus, o da estupidez que governa nosso país, talvez ainda teremos que aguentar por mais um Natal.
Mas tenham certeza que esse mal também irá passar e voltaremos a ter a solidariedade, não o egoísmo, a felicidade, não a tristeza, a inteligência, não a grosseria, a esperança, não o medo, guiando os destinos do nosso país.
Muita força e muito carinho para todos, com muita saudade de dar um abraço em vocês.
Um feliz Natal,
Luiz Inácio Lula da Silva”