19 de agosto de 2013

O Instituto Lula recebeu na última quinta-feira (15) a visita de Carlos Alberto Gonçalves, diretor de comunicação da província angolana de Luanda. Com uma população estimada em 12 milhões de habitantes — cinco milhões só na capital, Luanda — a província é a menor e a mais povoada de Angola. Numa conversa com Celso Marcondes, coordenador-executivo da Iniciativa África do Instituto Lula, Carlos Gonçalves se disse otimista com o futuro do país e espera que Angola possa continuar se beneficiando com políticas públicas inspiradas no Brasil.

Recentemente, em uma entrevista à TV SIC, o presidente angolano José Eduardo dos Santos apontou Lula como exemplo de político que admira “pelo seu dinamismo e fidelidade ao modelo de uma sociedade de progresso social e inclusão”. “Nossa política de combate à pobreza tem muita inspiração nas políticas de Lula”, disse Carlos Alberto, que já foi jornalista da Rádio ONU, liderou o programa angolano Jornalistas pelo Desenvolvimento e ocupou a direção de comunicação em outras províncias de Angola.

O diretor de comunicação da província de Luanda contou que um dos grandes problemas que o país enfrenta é o êxodo rural decorrente em grande parte da guerra civil, que fez com que as populações do campo buscassem refúgio nas áreas urbanas, mais seguras. O ministro da Agricultura de Angola conversou com o Instituto Lula sobre o tema, em um vídeo que pode ser assistido abaixo:

Para saber mais sobre a Iniciativa África do Instituto Lula, clique aqui.