23 de setembro de 2020

“Queria dizer a todos os líderes do mundo, ao Trump, ao primeiro ministro inglês, ao primeiro ministro francês e ao mundo inteiro o seguinte:

O Assange deveria, nesse momento, ser definido como um herói da democracia, como um herói da liberdade, como um herói da comunicação, como uma pessoa que fez um bem enorme à humanidade, denunciando os crimes de guerra cometidos pelos Estados Unidos da América do Norte.

Ontem, até disse que ele deveria ser votado para ganhar o prêmio Nobel da Paz, porque se os democratas do Planeta Terra, incluindo todos os jornalistas, todos os advogados, todos os sindicalistas, todos os políticos, não tiverem a coragem de se manifestar em defesa do Assange, para que ele não seja extraditado, significa que há muitos democratas mentirosos.

Significa que a liberdade de imprensa, tão cantada em verso e prosa pelos donos grandes jornais, é mentira!

O Assange não merece ser punido. O Assange merece ser reconhecido como um homem que prestou um enorme serviço à humanidade, denunciando os genocídios das guerras, denunciando a mentira, às vezes a manipulação dos Estados Unidos, a maior potência do mundo.    

Já tinha dado uma declaração para uma TV russa, aqui no Brasil, e vou repetir:

O Assange não pode ser extraditado se as pessoas acreditarem em democracia. Sabe por quê? Os jornais que deram as mesmas notícias não foram processados. Nenhum dono de jornal foi preso.  Como pode, então, um jornalista ser preso e condenado por prestar informações, que todos os jornais defendem?  Onde estão as associações de jornalistas norte-americanos? Onde está a associação de jornalistas ingleses? Onde está a associação de jornalistas franceses? Onde estão as Ordens dos advogados? Onde está o Conselho de Direitos Humanos da ONU?

É preciso que todo o mundo assuma defender o Assange, se quisermos continuar acreditando e defendendo a liberdade de imprensa, a liberdade de informação, a liberdade de comunicação. É isso!

O Assange precisa ser defendido por todos nós que amamos a democracia, que amamos a liberdade de imprensa, que amamos a liberdade sindical, que amamos a liberdade de organização.

Liberdade não tem adjetivos. Ou é liberdade ou não é liberdade.

O Assange prestou serviços à humanidade. Ele não prestou desserviços. Aquela informação do helicóptero americano matando civis no Iraque, inclusive dois jornalistas da Reuters… por aquilo, o Assange deveria ter sido premiado!    

Então, eu espero que o povo inglês, o povo francês, o povo americano não permita mais essa atrocidade. Não será um juiz, não será o joelho de um policial matando um negro. Será o joelho de milhões de governantes do mundo sufocando o Assange para que ele morra em vida. E nós não temos o direito de permitir isso”

Luiz Inácio Lula da Silva

 

Read it in english:

“What I would like to say to you, to all the leaders of the world, to Trump, to the British prime minister, the French prime minister, and to the whole world is this:

Assange should, right now, be defined as a hero of democracy, a hero of freedom, a hero of communication, a person who has worked for the good of all humanity, denouncing war crimes committed by the United States of America.

Yesterday I said he should be nominated for the Nobel Peace Prize, because if the democrats of the planet Earth, all the journalists, all the lawyers, all the unionists, all the politicians, do not have the courage to speak out in defense of Assange so that he is not extradited, this means there are a lot of democratic liars.

It means that freedom of the press, so often referred to by the owners of the big papers, is a lie!

Assange does not deserve to be punished. Assange deserves to be recognized as a man who did an enormous service to humanity, denouncing war crimes, genocide, denouncing lies, sometimes manipulation by the United States, the greatest power in the world.    

I already said it in an interview here in Brazil to a Russian TV channel and I repeat it:

Assange cannot be extradited if people believe in democracy. You know why? Because the papers that published the same news were not sued. Not a single newspaper owner was arrested. How come then a journalist is arrested and sentenced for disclosing information that all the papers defend? Where are the American journalists’ associations? Where is the British journalists’ association? Where is the French journalists’ association? Where are the bar associations? Where is the UN Human Rights Council?

Everyone must defend Assange if we wish to continue believing in and defending press freedom, freedom of information, freedom of communication. That’s it!

Assange must be defended by all of us who cherish democracy, who cherish press freedom, who cherish freedom of association, who cherish freedom to organize.

Freedom has no adjectives. It’s either freedom or it is not freedom.

Assange has served humanity, not done disservices. That piece of information about the US helicopter killing civilians in Iraq, including two Reuters journalists… for that, Assange should be awarded!    

So I hope the British people, the French people, the American people will not allow another atrocity to happen. It won’t be a judge, it won’t be a cop’s knee choking a black man to death. It will be the knees of millions of rulers around the world choking Assange into serving a life sentence. And we don’t have the right to do that.”

Luiz Inácio Lula da Silva

 

En español:

“Quisiera decirte a ti, a todos los líderes del mundo, a Trump, al primer ministro inglés, al primer ministro francés y al mundo entero lo siguiente:

Assange debería, en este momento, ser definido como un héroe de la democracia, como un héroe de la libertad, como un héroe de la comunicación, como alguien que ha prestado un bien enorme a la humanidad, denunciando los crímenes de guerra cometidos por los Estados Unidos de América del Norte.

Ayer mismo dije que él debería ser votado para ganar el premio Nobel de la Paz, porque si los demócratas del Planeta Tierra, incluidos todos los periodistas, todos los abogados, todos los sindicalistas, todos los políticos, no tienen el valor de manifestarse en defensa de Assange para que él no sea extraditado, significa que hay muchos demócratas mentirosos.

Significa que la libertad de prensa, tan enarbolada por los dueños de los grandes periódicos, es mentira.

Porque Assange no merece ser punido. Assange merece ser reconocido como un hombre que ha prestado un enorme servicio a la humanidad, denunciando los genocidios de las guerras, denunciando la mentira – la manipulación, a veces – de la mayor potencia del mundo, los Estados Unidos.

Entonces yo creo, como ya había declarado a una TV rusa aquí en Brasil y te lo voy a repetir a ti, Sarah, que Assange no puede ser extraditado, si es que las personas creen en la democracia.

¿Sabes por qué? Los periódicos que divulgaron la noticia no fueron procesados. Nos se arrestó a ningún dueño de periódico. ¿Cómo puede ser que un periodista vaya preso y sea condenado por prestar información que todos los periódicos defienden? ¿Dónde están las asociaciones de periodistas norteamericanos? ¿Dónde está la asociación de periodistas ingleses? ¿Dónde está la asociación de periodistas franceses? ¿Dónde están los colegios de abogados? ¿Dónde está el Consejo de Derechos Humanos de la ONU?

Es necesario que el mundo entero salga en defensa de Assange, si es que queremos seguir creyendo y defendiendo la libertad de prensa, la libertad de información, la libertad de información. Por lo tanto, Assange debe ser defendido por todos nosotros que amamos la democracia, que amamos la libertad de prensa, que amamos la libertad sindical, que amamos la libertad de organización.

La libertad no tiene adjetivos. O es libertad o no es libertad.

Assange ha prestado servicios a la humanidad. Él no ha hecho daño. Él debería haber sido premiado por aquella información del helicóptero estadounidense matando a personas civiles en Irak, incluso dos periodistas de Reuters.  

Yo espero, entonces, que el pueblo inglés, el pueblo francés, el pueblo estadounidense, no permitan más esa atrocidad. No será un juez, no será la rodilla de un policía matando a un hombre negro. Será la rodilla de millones de gobernantes del mundo sofocando a Assange para que se muera en vida. No tenemos el derecho de permitir eso.”

Luiz Inácio Lula da Silva