10 de agosto de 2021

“Eu não fico entrando toda hora em briga desnecessária porque isso só interessa ao Bolsonaro. Ele cria confusão pra ocupar espaço na mídia. É o jeito dele governar. O que eu quero discutir são os milhões de desempregados nesse país, o povo que tá sofrendo passando fome. Quando ele fica com isso de votinho no papel, ele tá tentando preparar confusão como o Trump fez nos EUA. E nós não vamos aceitar isso aqui. O Bolsonaro tem que estar preparado e saber o seguinte: ele vai perder as eleições. Se quiser sair pela porta dos fundos, que saia. E não tem carta pra conversar com militares. Se tivesse carta seria para o povo brasileiro e dentro disso estão os militares. Se militar quiser fazer política ele renuncia o cargo, tira a farda e se candidata. Não tem problema. Já fui chefe das Forças Armadas, eles sabem como tem que se comportar. Cuidando da nossa soberania, dentro da Constituição. O Bolsonaro se comporta como se as Forças Armadas fosse um objeto particular dele, como se fosse um brinquedo. Não tem conversa especial com Forças Armadas, vou tratá-los com respeito, como temos que tratar todas as instituições. Isso que aconteceu hoje foi uma coisa patética. Se o Bolsonaro queria uma foto com militar era só ter visitado um quartel. E o povo conhece os dados que o governo Bolsonaro não faz desfile pra exibir. Nos últimos 12 meses: Arroz subiu 48%; Feijão subiu 22%; Carne subiu 38%; Leite subiu 11%; Gás subiu 24%; 14,8 milhões de brasileiros desempregados e fila do osso.”, Lula.