12 de novembro de 2021
Foto: Ricardo Stuckert

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se encontrou hoje (12), em Berlim, com as deputadas do SPD Yasmin Fahimi e Isabel Cademartori, eleitas na última eleição alemã, vencida pelo SPD, em setembro.

Eles conversaram sobre a situação política na Europa e no Brasil, diante das perspectivas de formação de um novo governo da SPD na Alemanha, que Lula apontou como “a mais recente vitória da democracia no mundo aconteceu aqui na Alemanha”. Participou também do encontro Aloizio Mercadante, presidente da Fundação Perseu Abramo.

Para Fahimi “é uma felicidade e uma honra vê-lo aqui hoje, com saúde e sua vontade de lutar pela democracia no Brasil”.  A deputada alemã tem um grande diálogo com o Brasil há anos. O ex-presidente teve reuniões com Fahimi no Brasil e na Alemanha, em 2014 e 2015, e ela esteve no Brasil em 2019, onde protestou contra a prisão ilegal que Lula sofria naquele momento, promovida pelo então juiz Sérgio Moro, e que ajudou a eleger Bolsonaro ao tirar o ex-presidente das eleições de 2018.

 “A luta contra a pobreza e a proteção ao meio ambiente tem que andar de mãos dadas”  disse Fahimi, com quem Lula se reencontra após sua última visita a Alemanha, em março de 2020.

Participou também do encontro Isabel Cademartori, recém-eleita deputada pelo SPD nas últimas eleições. Cademartori tem 33 anos, foi eleita para seu primeiro mandato e é neta do último ministro da Economia de Salvador Allende, que foi preso pela ditadura de Pinochet.