03 de setembro de 2011

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva compareceu, neste sábado (3), ao ato de assinatura do contrato entre a Odebrecht e o Corinthians para a construção do estádio do clube, o Itaquerão, que irá abrigar os jogos da Copa do Mundo de 2014 em São Paulo.

[mudslide:picasa,0,116451107798979983687,5648200036853100033,530,center]

 

Corintiano, o ex-presidente foi ao evento como convidado, e disse que sempre defendeu o Morumbi como o estádio que deveria receber os jogos na capital paulista. Segundo ele, só o Juvenal Juvêncio, presidente do São Paulo, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Federação Internacional de Futebol (FIFA) podem explicar porque o Morumbi não é o estádio da copa.

“Não foi o estádio do Corinthians que entrou na Copa do Mundo. Foi a Copa do Mundo que entrou no estádio do Corinthians”, afirmou, ressaltando que a arena iria ser construída de qualquer forma.

Lula visitou as obras ao lado de Andrés Sanches, presidente do clube, e agradeceu Emílio Odebrecht, presidente do conselho da empresa, por ter começado a construção 90 dias antes de o contrato ser assinado, e pediu à imprensa que a obra fosse bem fiscalizada para sair da melhor forma possível.