29 de setembro de 2016

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou a Vila Soma, ocupação do MTST que é um verdadeiro bairro da cidade de Sumaré, com 2.700 famílias lutando pelo seu direito de moradia, a regularização das suas residências e urbanização do bairro.

Lula conheceu a história da Vila Soma, que ocupa a quatro anos um terreno que ficou sem uso por décadas, de uma massa falida judicial. Ali hoje residem cerca de 10 mil pessoas que não tem os serviços públicos de transporte, àgua e esgoto e que lutam pela regularização das suas moradias.

A ocupação quase foi removida por uma ação de reintegração de posse, que foi suspensa na última hora por uma liminar do Supremo Tribunal Federal, que questionou onde viveriam aquelas mais de 2 mil famílias que ficariam sem moradia. 

A Vila negociou com os governos federais e estaduais, mas a oposição da prefeita da cidade, Cristina Carrara, impediu qualquer acordo. Segundo lideranças, negociações avançadas com o governo Dilma Rousseff para a liberação de recursos para a desapropriação, construção de moradias por mutirão e regularização da área foram interrompidas com o golpe.

Lula, no seu discurso na cidade no comício do candidato professor Tito, pediu que a prefeita tenha um olhar mais humanos com os moradores da Vila Soma, dialogando com os moradores. “Seria tão mais fácil tratá-los com respeito, ao invés de talvez esperar alguma especulação imobiliária para a elite da cidade lucrar com o terreno”, defendeu o ex-presidente.

Veja o álbum de fotos: https://goo.gl/photos/vszZNZq8QbGSygJC8

Assista ao discurso de Lula no comício do professor Tito: