14 de dezembro de 2018

“Soube, com muita tristeza, da morte da advogada Eunice Paiva, no mesmo dia em que se completaram os 50 anos do AI-5. O assassinato de seu marido, o deputado Rubens Paiva, mostrou ao mundo a brutalidade dos torturadores. O desaparecimento de seu corpo provou sua covardia.

Mas a luta de Eunice para esclarecer os fatos, enquanto teve forças para fazê-lo, foi um exemplo de coragem que nos estimulou nas lutas pela Anistia e pela redemocratização do país.

Jamais me esquecerei do discurso do doutor Ulysses na proclamação da Constituição, em 1988: “A sociedade foi Rubens Paiva, nãos os facínoras que o mataram”. Meus sentimentos aos filhos e aos muitos amigos da família Paiva.

Luiz Inácio Lula da Silva”