23 de outubro de 2018

“Não ameace a minha vida. Isso não é aceitável!”, afirmou a cantora baiana Daniela Mercury nesta segunda-feira (22/10), dirigindo-se ao candidato Jair Bolsonaro. A declaração da cantora foi feita no programa “Mulher com a Palavra”, da TVE Bahia. No programa, Daniela ressaltou em alto e bom som que: “Sou resistência pelos direitos humanos, pelo direito de todas as pessoas, pelo direito às nossas vidas!”.

Entre várias questões importantes, Daniela Mercury destaca que ela não pode reproduzir o ódio que vem de Bolsonaro: “Preciso transformar em amor, em discernimento, em clareza. Eu não posso devolver, é isso que ele quer. Ele quer o caos, ele se alimenta do caos”.

Para Daniela, “ele não é novo, ele fala isso há muitos anos. Ele fala contra os direitos humanos, ele fala contra os negros, ele fala contra as mulheres. O que ele diz não é possível de se aceitar – falar de um quilombola como se fosse um senhor de escravo, falar em arroba de peso falando de uma pessoa?”.

A cantora avalia que “a campanha dele não deveria ter sido aceita desde o início. Como a gente vai aceitar uma candidatura que é explicitamente racista?”. Daniela questionou a presença da homofobia nos discursos do candidato: “O que é isso? Me respeite! Temos uma Constituição, temos direitos! Respeite os nossos direitos!”.

Daniela disse que, em lugar de dizer “não” a algo, ela agora opta por dizer “Haddad sim, porque ele é o caminho positivo”, e lembrou que agora “a gente está no segundo turno, tem dois candidatos. Ou a gente confia no Haddad e pressiona ele democraticamente, porque a democracia vai continuar, ou a gente vai suportar opressão, racismo… É inaceitável!”.

Vale assistir!

O programa também contou com as presenças de Tia Má e Rita Batista e pode ser assistido na íntegra no vídeo abaixo:

Mulher com a Palavra AO VIVO

Mulher com a Palavra AO VIVO | Daniela Mercury, Tia Má e Rita Batista dialogam sobre #feminismos

Publicado por TVE Bahia em Segunda, 22 de outubro de 2018

(O trecho em que a cantora baiana se manifesta sobre as eleições e a democracia no Brasil começa na minutagem de 1 hora e 1 minuto do vídeo).