02 de dezembro de 2018

A campanha Lula Presidente cumpriu rigorosamente a legislação. Ilegal foi a cassação do registro da chapa Lula-Haddad, que contrariou a Lei Eleitoral e a decisão da ONU garantindo os direitos políticos de Lula.

Da mesma forma, arrecadação e as despesas da campanha foram absolutamente legais. Ilegal é ação da Procuradoria- Geral, pois contaria o artigo 16 A da Lei Eleitoral, que garante aos candidatos subjudice todos os atos de campanha.

Este é mais um ato da série de perseguições ao PT que só vem aumentando desde o fim da campanha eleitoral.

Gleisi Hoffmann
Presidenta Nacional do PT