01 de dezembro de 2015

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursou sobre educação e inovação na noite de segunda-feira (30), em Rio Branco (AC), na abertura do 10 Connepi – Congresso Norte e Nordeste de Pesquisa e Inovação. O congresso reúne mais de 1800 professores, funcionários e alunos dos Institutos Federais de Ensino, para apresentar artigos e debater inovação e pesquisas nas instituições destas regiões.

Em seu discurso, Lula lembrou como o Brasil foi o último país a ter uma universidade na região, séculos depois do Peru, da República Dominicana e da Bolívia, por exemplo.  “Isso mostra como uma parcela da elite desse país não tinha nenhuma preocupação que os pobres, índios e negros tivessem acesso à universidade”

Lula falou da lei do governo anterior de 1998 que tirava do governo federal a responsabilidade sobre o ensino federal no Brasil. A lei foi revogada para que o governo pudesse abrir novas escolas técnicas.  “Esse país quase trabalhou para ser atrasado. Em 93 anos, os que governaram esse país, fizeram 140 escolas técnicas, e nesses 12 anos, nós já fizemos 562. Quase 5 vezes mais em apenas 12 anos. Se pudermos fazer isso, porque não foi feito antes? A educação é a única forma desse país dar um salto de qualidade”.

Ele disse ainda que discutir inovação, pesquisa, faz parte do cotidiano dos jovens. “Eu posso contar causos. E eu acho que a primeira grande inovação que a gente fez foi quando alguns ministros disseram que era preciso cortar gastos em educação, é que eu disse que estava proibido usar a palavra gasto quando se tratasse de educação e investimento em ciência e tecnologia. Não há nenhum investimento que traga retorno a uma nação como o investimento em conhecimento.”