31 de agosto de 2018

Fernando Haddad, vice-presidente na chapa de Luiz Inácio Lula da Silva e seu porta-voz, disse, nesta sexta-feira (31/08), que independentemente do resultado do julgamento da chapa do PT no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Partido dos Trabalhadores só tomará uma decisão sobre as eleições após encontro com o presidente Lula.

“Além de ser vice do Lula, sou seu advogado para fins de registro. Estarei com ele na próxima segunda-feira e vou levar ao seu conhecimento o resultado do TSE e lá vamos discutir o que fazer”, disse o porta-voz do presidente em entrevista coletiva para jornalistas em Fortaleza, no Ceará.

Haddad criticou a decisão da justiça eleitoral de votar em tempo recorde o registro da candidatura do Lula. Para ele, o TSE pulou uma etapa do processo, uma vez que não respeitou os prazos para que as alegações finais da defesa de Lula fossem realizadas.

“Eu queria manifestar uma certa desolação com a Justiça, no sentido de prejudicar o direito de defesa do presidente Lula em apresentar as alegações finais. O que está em jogo é o direito do povo eleger o seu presidente. Não estamos falando de uma coisa qualquer, estamos falando de um elemento da democracia atropelado, sobretudo, após a manifestação da ONU”, ressaltou.