10 de setembro de 2016

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou na noite desta sexta (9) da “Plenária trabalho e desenvolvimento na cidade de São Paulo” ao lado do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, seu candidato a vice, Gabriel Chalita, o presidente do PT, Rui Falcão, e representantes dos movimentos sindical e sociais. A plenária aconteceu na quadra do Sindicato dos Bancários, no centro de São Paulo. 

Para o ex-presidente Lula, quem não concorda com a retirada de direitos que está em curso no país, “quem acredita no futuro desta cidade só pode votar na chapa Fernando Haddad e Gabriel Chalita”.

Lula falou de seu orgulho em ter tido Haddad como seu ministro da Educação, “o melhor ministro que este país já teve em toda sua história”. E elogiou a dupla com Gabriel Chalita. “Haddad foi meu ministro da educação, o melhor ministro da educação que esse país já teve. Veja que coisa. Nenhuma cidade deste país teve o privilégio de ter como candidatos a prefeito e a vice duas pessoas especialistas em educação”.

Foto: Paulo Pinto
Foto: Paulo Pinto

 

As falas da noite foram marcadas também pela crítica às políticas de retirada de direitos praticada pelo governo ilegítimo. “Quero ter uma conversa com cada sindicalista, cada trabalhador, cada um de nós que está preocupado com a saúde, com a educação e com o futuro desta cidade. Eleger Haddad e Chalita é assumir um compromisso com o futuro deste país”.

Lula mandou um recado às pessoas contrariadas com o novo governo e que estão saindo às ruas para protestar. “Só tem duas candidaturas em São Paulo que não tem nada a ver com o golpe. Porque os outros representam exatamente a maioria de deputados e senadores que afastaram a presidenta Dilma. E a gente não pode não querer uma pessoa que está a 1.100 km fora ao mesmo tempo que escolhe ela pra vir pra dentro de casa, aqui em São Paulo”.

“Quem quer que esse país seja algo mais do que exportador de soja e minério de ferro não tem outra opção a não ser votar no Chalita e no Haddad”, afirmou o ex-presidente. “Ele tem a obrigação de mostrar para o povo que se ele não voltar, esta cidade vai perder tudo o que foi feito. E foi feito muito”. 

Ouça o discurso completo de Lula no player abaixo: