28 de setembro de 2018

O estado de Goiás, com sua imensa vocação agrícola, tem sofrido com a falta de compromisso do governo ilegítimo de Temer e do PSDB. Temer extinguiu o Ministério do Desenvolvimento Agrário e cortou drasticamente os recursos para programas de incentivo à agricultura. Os mais atingidos são as famílias mais pobres do campo.

O corte mais significativo atingiu o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), criado pelo governo Lula para colaborar para o enfrentamento da fome e da pobreza no Brasil na área rural. Em 2012, auge do programa no estado, 2,8 mil agricultores forneceram 6,1 mil toneladas de alimentos para 1.204 entidades goianas. Em 2017, foram apenas 797 toneladas adquiridas de 550 agricultores.

Nos governos do PT, o incentivo também foi grande por meio do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), que, apenas no ano agrícola 2014-2015, firmou 23,2 mil contratos no estado, no valor de R$ 631,3 milhões.

As famílias do campo também foram beneficiadas pelo programa Luz para Todos que levou energia elétrica a mais de 46 mil lares.

Distribuição de equipamentos
Importantes para garantir a mobilidade do produtor e de sua família e para escoar a produção, as estradas vicinais também foram preocupação das gestões petistas, que distribuíram para 226 das 246 prefeituras do estado um conjunto de três equipamentos: retroescavadeira, motoniveladora e caminhão caçamba. Os valores investidos somaram R$ 177,2 milhões.

As rodovias estruturantes também receberam investimentos para a ampliação de sua capacidade, como é o caso da BR-70, entre Águas Lindas de Goiás e Brasília (DF). Também foi duplicada a BR-60 no trecho Goiânia-Jataí e construído o viaduto DAIA, na travessia Urbana de Anápolis.

Desmonte
Infelizmente, depois do golpe de 2016, o cenário mudou completamente em todo o país com o corte ou a simples extinção de projetos e programas no meio urbano e rural.

Fernando Haddad, candidato à presidência da República na coligação “O povo feliz de novo”, tem um Plano de Governo com políticas públicas para o campo, que visam retomar o caminho que combina desenvolvimento econômico e social, dando prioridade à agricultura familiar.

Baixe aqui o Plano de Governo.