11 de outubro de 2021

O mau desempenho econômico do Brasil com Jair Bolsonaro e seu ministro-banqueiro Paulo Guedes continua surpreendendo até o mercado. A Pesquisa Industrial Mensal (PIM) divulgada na terça-feira (5) pelo IBGE, por exemplo, revela que a produção industrial caiu pelo terceiro mês consecutivo na passagem de julho para agosto. A queda, de 0,7%, foi de mais que o dobro da redução estimada pelos analistas (0,3%).

Conforme os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a perda acumulada nesses três meses de queda chega a 2,3%. Ela se disseminou por três das quatro grandes categorias econômicas e pela maioria (15) dos 26 ramos investigados. O trimestre encerrado em agosto fechou com queda de 1,2%.

A produção industrial também recuou 0,7% na comparação com agosto do ano passado. O setor ainda acumula ganho no ano (9,2%) e nos últimos 12 meses (7,2%), mas a base de comparação é negativa, explicou o gerente da pesquisa, André Macedo, à agência de notícias do IBGE.

“As bases de comparação dos meses anteriores estavam muito depreciadas. Isso justificava, inclusive, taxas de crescimento de dois dígitos”, afirmou. “Mas, à medida que os meses avançam, a base de comparação vai aumentando. E, combinada a isso, há uma produção no ano de 2021 em um ritmo menor, mostrando menor intensidade.”