10 de março de 2022

Em entrevista ao vivo à rádio mineira Itatiaia na manhã de hoje, 10 de março, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lembrou que a Suprema Corte já reconheceu que a Operação Lava Jato foi uma farsa contra ele e, desde então, ele venceu todos os 24 processos que tramitavam na Justiça.

Lula enfatizou os danos que a operação provocou na economia do país, com alta desenfreada dos preços dos combustíveis, com impacto na inflação, e a destruição da Petrobras e das indústrias naval e de óleo e gás, a partir de premissas falsas que tinham como objetivo desacreditar os governos dele e do PT.

“É verdade que devolveram 1 bilhão para a Petrobras, mas é verdade que destruiriam 4,4 milhões de postos de trabalho, é verdade que deram um desfalque no Estado de 58 bilhões, que deixaram de ser arrecadados pelas empresas que foram quebradas, é verdade que se deixou de arrecadar para esse país 270 bilhões de reais, que deixaram de ser investidos, porque a Lava Jato não teve outra tarefa a não ser prestar contas ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos para destruir a indústria de óleo e gás desse país”.

O ex-presidente comentou também sobre os preços altos da gasolina, do óleo diesel e do gás, que têm altas sucessivas, e afirmou que, depois da venda da BR, que era subsidiária da Petrobras, mais de 400 empresas estão importando gasolina a preço de dólar, quando o Brasil é autossuficiente na produção de petróleo, em reais.  

“Você sabe porque a gasolina está cara? Você sabe por que o óleo diesel está caro?  Você sabe por que o gás está caro? É porque o Brasil tinha uma grande distribuidora chamada BR e que foi privatizada, e agora você tem mais de 400 empresas importando gasolina a preço de dólar, quando nós temos autossuficiência e produzimos petróleo em reais. É isso que a Lava Jato fez no país. É isso que já está nos autos do processo e é isso que já está na Suprema Corte”.

Lula lamentou o fato de a imprensa ter embarcado nas mentiras contadas pelo ex-juiz Sergio Moro e pelo procurador Deltan Dallagnol. “A imprensa compactuou tanto com as mentiras do Moro, com as mentiras do Dallagnol, que a imprensa tem dificuldade de reconhecer o erro que cometeu. Acho que seria tão importante e tão honesto alguém da imprensa pedir desculpas por ter divulgado o que não era verdade. (…) Vou trabalhar com isso o resto da vida tentando explicar para a sociedade o que foi a farsa e a mentira da Lava Jato”.

Combate à corrupção

Lula lembrou também que os mecanismos de proteção do Estado e de combate à corrupção foram criados pelos governos do PT, ao contrário do que acontece hoje, quando as denúncias não são investigadas.

 “Quem fez para mudar foi o PT. No nosso governo, qualquer denúncia contra qualquer pessoa era investigada. Hoje, qualquer denúncia é transformada em silencio. Qualquer denúncia é colocada debaixo do tapete, qualquer denúncia desparece.  (…) A diferença é essa. No nosso tempo, qualquer denúncia contra qualquer pessoa era investiga. Hoje é toda arquivada. Essa bandalheira que está havendo, no nosso governo não havia”.

Outras declarações de Lula durante a entrevista

Veja a íntegra da entrevista: