04 de outubro de 2018

Jurídico da coligação “O povo feliz de novo” entra com representação contra boatos e fake news nas redes sociais junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  Nesta quinta-feira (04/10), os advogados protocolaram petição contra os responsáveis por uma série de boatos, mentiras e fake news divulgados nas redes sociais contra a campanha da coligação, o candidato a presidente Fernando Haddad, sua vice Manuela D’Ávila e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

No dia 02/10, a Coligação “O Povo Feliz de Novo” abriu canal público de comunicação requerendo que as pessoas minimamente preocupadas com a lisura das eleições pudessem enviar toda e qualquer mensagem falsa que estaria circulando na internet e nos aplicativos de mensagens. Em menos de 24 horas de funcionamento, este canal recebeu 15 mil mensagens de diversos tipos.

Essas mensagens “passaram por um crivo da equipe jurídica e de comunicação, resultando na catalogação de centenas de mensagens, as quais foram postas em um segundo filtro de viabilidade jurídica e classificadas em oito grandes temas”. Os temas incluíam fakenews envolvendo crianças, sexualidade, religião, ataques diretos à imagem de Fernando Haddad, Lula e Manuela D’Ávila e mentiras sobre o plano de governo.

A petição pede a retirada imediata dos conteúdos ofensivos do ar e a garantia do direito de resposta. O documento solicita ainda que o Facebook forneça os dados pessoais das pessoas responsáveis pelas postagens pra que os mesmos sejam responsabilizados.

Siga denunciando as Fake News! Viu algum boato ou mentira circulando pelas redes sociais? Encaminhe para o nosso whatsapp de denúncia: (11)974 028 726

Veja algumas vitórias contra mentiras e fake news durante a campanha!

 Leia aqui a íntegra da petição